PORTALEUCLIDENSE: Drama: Garotinha que nunca comeu pela boca sonha em comer pizza e tomar sorvete

domingo, 18 de outubro de 2015

Drama: Garotinha que nunca comeu pela boca sonha em comer pizza e tomar sorvete

O sonho de Maria Eduarda Santos Barbosa, 6 anos, é comer pizza e tomar sorvete. Quem conta é a mãe da criança, Genilce Santos Barreto. Segundo ela, a menina tem uma malformação no sistema digestivo e por isso nunca conseguiu se alimentar pela boca.
Apesar do problema, a mulher comenta que a filha está “alegre” e que tudo pode mudar. A esperança nasceu depois que um vídeo da menina sendo alimentada por uma sonda foi publicado nas redes sociais.

A história ganhou repercussão e um médico de Teresina (PI) se ofereceu para fazer a cirurgia. No próximo domingo (18), a família deve embarcar para o nordeste para que ela passe por uma avaliação. A família é de Aliança do Tocantins, sul do estado.

O único alimento que Maria Eduarda pode consumir é um leite especial. Genilce disse ao G1 nesta sexta-feira (16) que a família conseguiu, por meio de doações, comprar as passagem de ida para Teresina. Ela, o marido e a menina vão viajar de ônibus para o nordeste. A expectativa é que eles chegam lá na tarde de segunda-feira (19). A consulta está marcada para a manhã de terça-feira (20).

Ela ainda contou que está indo sem a certeza de onde irá ficar. “Nós conseguimos o dinheiro da passagem de ida, mas não temos onde ficar e não sabemos como vamos voltar. Até lá, temos fé de que conseguiremos o dinheiro. Vamos chegar a Teresina e ir direto para o hospital”.

A mãe informou também que está recebendo doações de pessoas de vários países. “Pessoas de Madri, Japão e Estados Unidos nos ligam. Elas ficam meio desconfiadas, pedem para eu contar a história e depois se oferecem para contribuir”.

Entenda

Maria Eduarda Santos Barbosa não tem o canal que liga o esôfago ao intestino e por isso nunca conseguiu se alimentar pela boca. Para comer, ela precisa utilizar uma sonda ligada direto no intestino. O pai da menina, Evolney Barbosa, de 39 anos, explica que uma lata do leite especial de 900 gramas custa em média R$ 80. Ele é tratorista em uma fazenda e diz que precisa comprar duas latas por semana.

O chefe da residência médica do Hospital Infantil Lucídio Portela, em Teresina (PI), Edinaldo Miranda, ofereceu ajuda à família depois de conhecer a história pelas redes sociais. Isso porque um vídeo da menina foi postado e teve cerca de 214 mil compartilhamentos e mais de 6,2 milhões de visualizações.

“Eu vi a história dela pela internet e como nós trabalhamos pelos SUS achamos por bem entrar em contato [com a família] porque temos vários profissionais capacitados e é uma obrigação do sistema de saúde oferecer tratamento, independente do lugar onde a pessoa vive”, afirma o médico.

A família já espera há mais de dois anos por essa cirurgia na rede pública do Tocantins. A menina já passou por cinco cirurgias no estado, uma no Hospital Geral de Palmas (HGP) e quatro no Hospital Infantil de Palmas. Na última intervenção, o problema deveria ter sido resolvido, mas a menina teria se movimentado antes do período de repouso e atrapalhado a recuperação.

G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário