PORTALEUCLIDENSE: Marcos Antônio está vendendo CD na feira para sobreviver

segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Marcos Antônio está vendendo CD na feira para sobreviver

Ele foi um grande puxador de votos da Igreja Assembleia de Deus. Sua voz ainda é forte e ele continua com a mesma alegria, que é sua marca. Mas o cantor e ex-deputado Marcos de Jesus, o Negrão Abençoado, agora precisa vender seus CDs nas feiras livres a bordo de um carro motor mil com um pequeno sistema de som que, de vez em quando, o obriga a dar uma volta fugindo da fiscalização de trânsito.

veja o vídeo da música " PAI "



O Negrão Abençoado ainda faz sucesso. Assediado no carro, ele mesmo cobra e recebe pelo novo CD de R$ 2 que ele mesmo produziu. Marcos de Jesus ainda atrai muita gente, mas a comunidade evangélica que lhe deu 62.019 votos nas eleições de 2006 já não lhe respeita como porta-voz de seus interesses. Marcos não conseguiu o apoio de seus pastores e foi substituído.

Mas a vida segue. E o Negrão Abençoado, o artista, ainda faz sucesso entre seus fãs. Neste sábado, ele estava no Mercado da Mangueirinha de Prazeres, em Jaboatão dos Guararapes. Fazendo a feira semanal, vendendo seus CDs e distribuindo autógrafos. Ele não se queixa, mas não quer falar do passado de deputado federal, embora diga que continua na política. Mas agora o foco está, de novo, na carreira de cantor.

“Jesus me deu tudo. Minha voz e minha alegria. Minha arte é cantar ao Senhor”, disse Marcos a um fã que comprou o CD. Mas ele teve que sair rápido da frente do mercado de Prazeres.

Um patrulheiro da Empresa Municipal de Trânsito e de Transporte (EMTT) se aproximou, e o Negrão Abençoado precisou dar outra volta no quarteirão. Em nome de Jesus, ele volta em pouco tempo. Marcos Antônio foi eleito em 2006 para deputado federal por Pernambuco, onde obteve cerca de 62.019 votos pelo (PSC), mas em 2010 ele obteve cerca de 32.488 votos, desta vez disputando a reeleição pela Paraíba e não se elegendo.

Nascido em Pernambuco, o cantor Marcos Antônio começou a carreira na música secular, chegando a participar de vários programas como Raul Gil e do SBT. Em 1985, convertido pelo pastor Idekazzu Takaiama, conhecido deputado federal (PSC-PR) e um pastor ligado à Assembleia de Deus, a vida do cantor mudou completamente, se interessando pela política.

O cantor levou sua família para a música, cada um tocava um instrumento: acordeão, bateria e violão. Desde pequeno, já cantava por causa da influência. Começou profissionalmente com 16 anos. Era vendedor de cocada, tapioca e amendoim. Sua família era pobre, seu pai era açougueiro.

Em 1985, como evangélico, tudo mudou. “Pois quem está em Cristo muda, sem sombra e sem variação”, diz no seu Facebook. Hoje ele mora em São Lourenço da Mata.

O estilo musical de Marcos Antônio é versátil: canta jazz, soul, funk e outros estilos. Poderia dizer que o seu estilo agrada a gregos e troianos. Um pouco de tudo. Os CDs lançados pela Top Gospel são A Porta se Abriu, Perfil do Louvor, Eterno Dependente.

Em 2012, Marcos Antônio disputou a eleição para prefeito em sua cidade Natal, São Lourenço da Mata, pelo PMN, ficando em quarto lugar com 4.346 votos.

Conhecido em Pernambuco e no Nordeste, o “Negrão Abençoado”, conseguiu, em 2007, aprovar uma emenda individual ao Orçamento da União, destinando R$ 1 milhão do Ministério do Turismo ao Festival de Música de Quipapá, realizado em maio na pequena cidade de 25 mil habitantes, a 180 quilômetros do Recife. Foi o seu maior feito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário