PORTALEUCLIDENSE: Hacker invade babá eletrônica de menino de 1 ano em São Paulo: "Câmera mexeu sozinha"

sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Hacker invade babá eletrônica de menino de 1 ano em São Paulo: "Câmera mexeu sozinha"

Mãe achou que aparelho estava estranho e, depois de quase oito meses, descobriu a invasão

Casos de invasão cibernética estão assustando pais em São Paulo. Segundo informações da Revista Crescer, da Globo, um hacker invadiu a babá eletrônica de um menino de um ano.
A mãe de Thiago, Raquel Keppe, descobriu isso da pior forma. Ela percebeu que o aparelho estava se comportando de forma estranha há mais ou menos oito meses. "Quando entrei no quarto do meu filho, percebi que a câmera estava se mexendo sozinha", disse a administradora, que também é mãe de Eduardo, 4 anos.

"A lente virou para o teto, para a parede e depois abaixou. Achei esquisito, mas não dei muita importância". Meses depois, Raquel ouviu uma música infantil vindo do quarto de Thiago no meio da noite e foi ver o que estava acontecendo. "Percebi que o som vinha da câmera, tentei mexer nas configurações, mas nada funcionava. Até que, de repente, a música parou de tocar sozinha".

De acordo com a revista, semanas depois, Raquel leu uma matéria sobre invasão de babás eletrônicas nas redes sociais e percebeu que a situação estava acontecendo em sua casa. 

Invasão

A babá eletrônica de Raquel, da marca Foscam, foi comprada nos Estados Unidos e vem com a opção de acesso remoto, por meio de um login e senha. Escolher uma senha difícil para babá é uma das melhores maneiras de protegê-la, mas Raquel não sabia das configurações de segurança que o aparelho possuía.


Casos parecidos com o da administradora já aconteceram em diversos países. Nos Estados Unidos, o casal Marc e Lauren Gilbert acordou no meio da noite ao ouvir uma voz "de sotaque britânico ou europeu" gritando obscenidades pela babá eletrônica que estava no quarto da filha, de acordo com a rede ABC News. 

O aparelho também era da marca Foscam. "Depois que isso aconteceu, fiz uma pesquisa e descobri que existem até fóruns que ensinam como hackear babás eletrônicas e câmeras de escolas e creches", diz Raquel.

correio24horas.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário