PORTALEUCLIDENSE: Sequestrador sergipano é morto em Euclides da Cunha

sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

Sequestrador sergipano é morto em Euclides da Cunha

Uma ação conjunta envolvendo policiais civis da 25ª Coorpin/Euclides da Cunha BA, Delegacia Regional de Polícia de Lagarto SE, sob o comando do delegado Hílton Duarte (Sergipe), terminou com a morte de Everton Santana de Oliveira Junior, (21), natural de Lagarto-SE, vulgo “Everton Perna Podre” e a prisão do comparsa Felipe Peixoto de Jesus Lima (21), residente na cidade de Itabaiana SE. 
Segundo informações obtidas pela equipe de reportagem do site euclidesdacunha.com, junto ao delegado Paulo Jason de Melo Falcão, titular da 1ª DT/Euclides da Cunha, veículos de comunicação da cidade de Lagarto, Everton Perna Podre era fugitivo da carceragem da Delegacia Regional de Lagarto, onde se encontrava custodiado, depois de ter sido preso juntamente com dois menores de 17 anos, sob a suspeita de ter praticado vários roubos na região. Além de ter em seu desfavor um mandado de prisão da Justiça sergipana, por prática de roubo de uma motocicleta.
A Fuga de Everton aconteceu no dia 27 de dezembro de 2015, juntamente com mais quatro comparsas. Nesta segunda-feira (04), de posse de um automóvel Volkswagen Gol, branco, veículo com registro de roubo em Aracaju SE, ele sequestrou a jovem Monalisa Costa Silva (17), ex-namorada, quando esta, se encontrava na frente de sua residência, e usou o veículo para fugir com a vítima da cidade.

“Perna podre” chegou a telefonar para a família e avisar que devolveria a Monalisa algumas horas depois, o que não aconteceu. A família também recebeu uma mensagem de texto enviado de um celular, avisando que Monalisa se encontrava na cidade de Ribeirópolis, cidade do agreste sergipano.
Com tantas pistas deixadas pelo sequestrador, a Polícia Civil de Lagarto, tendo à frente o delegado Hílton Diniz, deu início aos trabalhos de investigação, que apontavam Euclides da Cunha como possível lugar de esconderijo dos sequestradores e o foco das investigações se voltaram para esta cidade do sertão baiano, distante cerca de 220 km da cidade de Lagarto. 
Aqui, os investigadores descobriram que os sequestradores e a vítima haviam se deslocado para a pequena localidade de Baixa do Enchu, meio rural de Euclides da Cunha, nas proximidades do distrito de Caimbé, onde se encontravam homiziados na casa de parentes (tio e avó) de Everton. 

Na tarde desta quinta-feira (07), por volta das 16h30, as equipes de policiais chegaram ao local e com informações precisas fizeram o cerco à casa (cativeiro) onde os meliantes e a vítima se encontravam, foi dada a voz de prisão, mas Everton Perna Podre reagiu e respondeu atirando de dentro de casa contra a polícia, ao mesmo tempo em que tentava fugir pelos fundos do imóvel, ensejando o revide dos policiais, que culminou com a morte do sequestrador, no local.
O cativeiro foi invadido, o parceiro Felipe Peixoto foi preso e a jovem sequestrada foi resgatada sem ferimentos. Felipe e Monalisa foram conduzidos para o Complexo Policial Civil de Euclides da Cunha, onde foram ouvidos pelo delegado Paulo Jason de Melo Falcão, que mandou lavrar a prisão em flagrante de Felipe e determinou o recolhimento do mesmo ao xadrez da carceragem do CPC. Um revólver e uma carteira de identidade falsa foram apreendidos na ação.


Monalisa seguiu com a equipe do delegado Hílton Duarte para Lagarto, onde deverá ser entregue para a família. O corpo de Junior Perna Podre foi removido para o IML de onde deverá ser trasladado para Lagarto e entregue aos familiares para sepultamento. A morte de Junior Perna Podre pois fim a uma vida bastante atribulada em que o jovem vivia e aos 21 anos de idade já havia sido preso e respondia por roubo e assaltos em Lagarto e região, segundo informações.

*Fonte - Euclideesdacunha.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário