PORTALEUCLIDENSE: Universitária baiana posta foto na web após tramar a morte do marido “sem minha metade”

sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

Universitária baiana posta foto na web após tramar a morte do marido “sem minha metade”

Uma estudante de Direito foi presa, nesta quarta-feira, acusada pela polícia de tramar o assassinato do próprio marido, na Zona Rural de Catu, a cerca de 90 km de Salvador, na Bahia.
De acordo com informações da Polícia Civil, Monique Francielle dos Santos Silva, de 23 anos, pagou um adolescente para cometer o crime, que aconteceu no dia 17 de dezembro. O técnico de enfermagem Darlan dos Reis Pinto, de 32 anos, foi morto a facadas. Três dias após o homicídio, a jovem usou uma rede social para escrever uma mensagem de adeus ao companheiro na qual dizia estar de “coração partido”.

Segundo Flávio Góis, delegado da 2ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), de Alagoinhas, que apurou caso, Monique foi presa em casa. Ele suspeita que a estudante cometeu o crime para ficar com o patrimônio de Darlan e receber o seguro de vida dele. A jovem contratou um adolescente para executar o marido. O rapaz, de 16 anos, foi apreendido e confessou participação no crime. O garoto disse que conheceu Monique através de uma rede social e que recebeu R$ 2,5 mil para matar Darlan. No dia do assassinato, a faca usada no crime foi localizada pela polícia e apreendida.

Ainda segundo a polícia, Monique usou uma substância para dopar o marido antes que ele fosse morto. Por outras duas vezes, ela já tinha dopado o companheiro para que ele fosse morto, porém o adolescente não apareceu para a execução.

No Facebook, três dias após a morte de Darlan, com quem tem um filho pequeno, Monique publicou uma mensagem de adeus ao companheiro: “Meu coração esta partido, um pedaço de mim se foi. Foram 8 anos de felicidades e conquistas. Binho, por que você se foi e nos deixou aqui sozinhos? Tínhamos tantos planos para nós. Olho nossas fotos e lembro de todos os momentos que vivemos juntos. O quanto lutamos para ficarmos juntos e construir nossa família. Não consigo dormir e nem comer nada, pois hoje posso dizer que estou sem minha outra metade. Te amo e sempre vou te amar”, publicou na rede social.


Nesta quinta-feira, após o anúncio da prisão de Monique, internautas foram até o perfil dela para condenar o crime – “Assassina!”, escreveu um deles.


Nenhum comentário:

Postar um comentário