PORTALEUCLIDENSE: Vídeo mostra perseguição e morte de empresária pelo ex-marido no interior da Bahia

sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Vídeo mostra perseguição e morte de empresária pelo ex-marido no interior da Bahia

Um crime chocou os moradores do município de Barreiras, no oeste da Bahia. Em plena luz do dia, um homem perseguiu e matou a ex-companheira com 12 tiros. A ação foi flagrada por câmeras de segurança instalada por Neuracir Santos de Souza, de 40 anos, por temer Marcos Domingues de Oliveira.


VEJA O VÍDEO
O vídeo mostra o carro branco dirigido pela vítima, na companhia do filho de 14 anos, sendo perseguida pelo motociclista. De acordo com a polícia, quem está na moto é o ex-companheiro de Neuracir.

Na imagem é possível ver Marcos armado. Ele dispara várias vezes contra o carro. Neuracir morreu na hora e o filho dela foi atingido por um tiro no rosto. O adolescente foi socorrido e passa bem.


O crime aconteceu no dia 11 de janeiro deste ano, às 17h20. A vítima havia acabado de sair do trabalho. Segundo a família dela, Neuracir se separou de Marcos porque ele era violento e não aceitava o fim da relação.

O relacionamento dos dois durou cerca de oito anos e terminou em junho de 2015. Por causa de ameaças de morte, Neuracir já havia conseguido, na Justiça, uma medida protetiva, que obrigava Marcos a ficar, pelo menos, a 300 metros de distância. De acordo com a delegada que investiga o caso, Marineide Pires Pereira Paranhos, o suspeito não se apresentou à polícia, mas não existe dúvida de que é mesmo ele que aparece nas imagens.

Quando Marcos conheceu Neuracir, ele era frentista de posto de combustíveis. Com o relacionamento, o homem passou a trabalhar com vítima, uma empresária bem sucedida. Com o fim da união, ele se negava a sair da casa, uma propriedade da vítima e passou a disputar os bens da ex-companheira.

De acordo com a família da vítima, ele chegou a dizer que mataria Neuracir e os filhos dela, se a mulher não dividisse os bens que possuía. Com medo, ela teria chegado e doar parte do que Marcos pedia, mas ele não ficou satisfeito.




Nenhum comentário:

Postar um comentário