PORTALEUCLIDENSE: Paraná pode ser o primeiro Estado a vacinar gratuitamente a população contra a dengue

quinta-feira, 24 de março de 2016

Paraná pode ser o primeiro Estado a vacinar gratuitamente a população contra a dengue

O governo tenta acertar os detalhes para a compra de um lote do produto do laboratório francês Sanofi Pasteur, com o aval do Ministério da Saúde e da Anvisa, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária.
A decisão final deve ser divulgada em breve, após uma reunião marcada para o dia 30 de março, em Brasília. E, se tudo der certo, a imunização pode começar a ser feita no mês de agosto. De acordo com o diretor-geral da Secretaria de Estado da Saúde, Sezifredo Paz, a vacina é eficaz contra os sorotipos 1, 2, 3 e 4 da dengue e já é autorizada no país.

Nesta terça (22), o secretário estadual de Saúde, Michele Caputo Neto declarou que essa tarefa deveria ser assumida pelo governo federal, mas, diante dos acontecimentos, o Paraná precisa tomar frente. A imunização produzida pela Sanofi é a primeira validada pela Anvisa para uso no Brasil e deve ser aplicada em três doses com intervalos de seis meses. O produto é eficaz para qualquer pessoa, mas principalmente em pacientes com idades entre nove e 45 anos.

As vacinas contra a dengue produzidas pela empresa francesa vão ser destinadas exclusivamente ao mercado privado, especialmente clínicas e já estão no Brasil. Mesmo assim, o produto só deve começar a ser usado a partir de junho, depois que a Câmara de Regulação de Medicamentos, que avaliza os preços de remédios novos, determinar o valor de venda das doses. A eficácia da substância, quando aplicada corretamente, é de aproximadamente 66%. Além do Brasil, a vacina da Sanofi já está aprovada no México, El Salvador, Filipinas e Paraguai. Segundo o último boletim epidemiológico da Sesa, o Paraná tem hoje 36 cidades em estado de epidemia de dengue com quase 16 mil casos confirmados e 27 mortes desde agosto de 2015.

bandnewsfmcuritiba.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário