PORTALEUCLIDENSE: Acusado de matar vendedor de pamonha é preso pela polícia em Euclides da Cunha

sábado, 9 de abril de 2016

Acusado de matar vendedor de pamonha é preso pela polícia em Euclides da Cunha

Wirllei Sampaio da Silva (Galego) 19 anos, foi detido por uma guarnição da Polícia Militar do 5º BPM de Euclides da Cunha, quando trafegava em uma motocicleta, que levantou suspeita da guarnição policial, por não estar com a placa, como determina o Contran, além de o condutor e o parceiro que viajava na garupa.
A dupla tentou evadir-se, uma perseguição foi empreendida e culminou no momento em que a dupla caiu da moto.

Na abordagem, outras irregularidades foram constatadas e o condutor foi levado para o Complexo Policial Civil, onde foi apresentado a autoridade de plantão, que adotou medidas de praxe.

“Galego”, disse ter como profissão “mecânica de automóvel”, quando chegou, há pouco tempo em Euclides da Cunha, onde passou a residir na casa de uma parente localizada no bairro do Dengo, que o acolheu, vindo de Garanhuns, cidade do Agreste Pernambucano.

O acusado deixou Garanhuns e fugiu para Euclides da Cunha, visando escapar de uma possível prisão ao ser descoberto e identificado como autor do assassinato de Reginaldo Alexandre da Silva (49), mais conhecido no bairro do Mundaú, onde morava e trabalhava, como “Regi da Pamonha”, por ganhar a vida como vendedor desta iguaria, fato acontecido no dia 26 de agosto de 2015, por volta das 05h30.

O CRIME: Segundo reportagem do site Agreste Violento, que repercutiu a morte do vendedor de iguaria, Regi se encontrava em sua residência, sentado em um sofá, quando um grupo de pessoas arrombou a porta, invadiu o local e um disparo feito com uma arma de fogo calibre 12 (escopeta), que acertou a vítima no tórax.

Outras pessoas que se encontravam no local e faziam companhia a vítima, conseguiram fugir e saíram ilesos, enquanto Regi, sem chance de se defender, teve morte instantânea e caiu ao chão, envolto a uma grande poça de sangue que se formou. A polícia relacionou o crime ao tráfico de drogas, já que a vítima seria usuária e tinha sido vista na companhia de pessoas do bairro envolvidas com o consumo de drogas.

As autoridades pernambucanas responsáveis pelo caso já foram comunicadas e a transferência autorizada. O delegado Paulo Jason de Melo Falcão foi designado para chefiar a equipe responsável pela guarda e condução do preso.

Com informações da Polícia Civil/25ª Coorpin/site Agreste Violento/José Dilson/Jaciel Correia/site euclidesdacunha.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário