PORTALEUCLIDENSE: MATAR JORNALISTA PODERÁ SE TORNAR CRIME HEDIONDO

sexta-feira, 16 de setembro de 2016

MATAR JORNALISTA PODERÁ SE TORNAR CRIME HEDIONDO

O jornalista Tim Lopes foi morto em razão do seu trabalho
Projeto torna crime hediondo assassinatos de jornalistas em razão de sua profissão

Um projeto de lei em tramitação no Senado torna crime hediondo o assassinato de jornalistas em razão de sua profissão. Neste caso, os condenados não terão direito a anistia, graça ou indulto, também cumprirão a pena inicialmente em regime fechado.
O texto é de autoria do senador licenciado Acir Gurgacz (PDT-RO), que acredita ser uma afronta à liberdade de expressão a violência contra profissionais de imprensa. "Não podemos mais admitir que essa situação se prorrogue. Nesse sentido, apresentamos este projeto para agravar a resposta penal aos homicídios praticados contra jornalistas, em razão de sua profissão.

 Estando o tipo relacionado como crime hediondo, o agente poderá ser demovido da ideia de praticar a conduta delituosa, sob pena de suportar a severidade do regime", explicou. O projeto está sob análise da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ). O Brasil é o oitavo país com mais mortes de jornalistas, de acordo com o International Press Institute.

Nenhum comentário:

Postar um comentário