PORTALEUCLIDENSE: Contra eventual prisão, grupo faz vigília em frente a apartamento de Lula

segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Contra eventual prisão, grupo faz vigília em frente a apartamento de Lula

Um grupo de apoiadores do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva organizou uma vigília em frente ao apartamento do líder petista em São Bernardo do Campo, ABC paulista, na noite deste domingo. Cerca de 25 pessoas estavam no local por volta das 22h deste domingo (16).
Eles pretendiam passar toda a madrugada no local para protestar contra uma eventual prisão de Lula.

Além de gritar palavras de ordem como “Lula, guerreiro do povo brasileiro”, o grupo colou cartazes em postes e lixeiras com os dizeres “Não à prisão de Lula”. O evento foi convocado pelo Facebook, após a publicação de uma notícia no Blog da Cidadania de que Lula poderia ser preso nesta segunda-feira.

Já em em um áudio que circulou em grupos de conversas do aplicativo WhatsApp e em redes sociais, o presidente do PT, Rui Falcão, afirma que teria recebido a informação de que o ex-presidente Lula seria preso nesta segunda-feira (17). De acordo com Rui, a fonte é “respeitável”. “Eu acho que tem que ter bastante calma neste momento. […] Evidentemente, não tem precisão de data. Existe a suspeita de acontecer na segunda-feira. […] É importante pensar em uma forma de mobilização, forma de acionar rapidamente as pessoas. Não vi nenhum documento, mas pode ser na segunda, na terça, daqui a uma semana, no aniversário de Lula, se bobear. Temos que estar preparados para nos mobilizar rapidamente se isso acontecer”, disse.

No fim de fevereiro, uma semana antes da Justiça Federal decidir pela condução coercitiva do ex-presidente para prestar depoimento em um inquérito da Lava-Jato, esse mesmo blog havia publicado uma notícia sobre a quebra de sigilo bancário de Lula. O suposto vazamento foi investigado pela Polícia Federal.

Lula é réu em três ações penais, que correm em Brasília e Curitiba. Na última quinta-feira, a Justiça Federal de Brasília aceitou abrir processo após receber a denúncia do Ministério Público Federal (MPF) de que Lula teria recebido dinheiro da Odebrecht por meio de palestras feitas no exterior para defender interesses da empresa. A defesa de Lula nega todas as acusações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário