PORTALEUCLIDENSE: Florida: tiroteio no aeroporto de Fort Lauderdale faz cinco mortos

sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

Florida: tiroteio no aeroporto de Fort Lauderdale faz cinco mortos

Atirador foi detido pela polícia federal norte-americana e pelo menos oito pessoas terão ficado feridas

Um tiroteio no aeroporto internacional de Fort Lauderdale-Hollywood, no estado norte-americano da Florida, provocou, esta sexta-feira, pelo menos cinco vítimas mortais.
A CNN cita fonte policial que falava primeiro em "vários mortos" e agora confirma que cinco pessoas terão morrido na sequência do tiroteio. No Twitter, a polícia refere oito pessoas ficaram feridas e foram encaminhadas para hospitais locais.

O alerta foi dado pela direção do aeroporto às 10:16 (hora local), 18:16 em Portugal continental, que escreveu no Twitter que estava a "decorrer um incidente no terminal 2", na zona das bagagens. O aeroporto internacional de Fort Lauderdale-Hollywood tem quatro terminais no total.


Ari Fleischer, ex-secretário de imprensa da Casa Branca, que estava no aeroporto também relatou no Twitter o momento em que se começaram a ouvir tiros.

As autoridades aeroportuárias evacuaram de imediato os passageiros e trabalhadores que se encontravam na zona do terminal 2.

Ari Fleischer escreveu ainda que o ataque terá sido perpetuado por um atirador. Dado que as autoridades confirmaram, via Twitter, ao informarem que o suspeito foi detido pela polícia federal. Por outro lado, motivo do tiroteio ainda não é claro. O ex-secretário de imprensa da Casa Branca, Ari Fleischer, publicou já está "tudo parece calmo" e a polícia evacuou a área.


O senador da Florida, Bill Nelson, revelou, numa entrevista à MSNBC, a identidade do atirador. De acordo com o senador, o atirador do aeroporto internacional de Fort Lauderdale-Hollywood chama-se Esteban Santiago e teria em sua pose um documento militar que o identificou.

A atividade do aeroporto está suspensa e as autoridades pediram, no Twitter, para as pessoas não condicionarem a linha de emergência (911), disponibilizado um contacto alternativo para informações. 

tvi24

Nenhum comentário:

Postar um comentário