PORTALEUCLIDENSE: Marcelo Odebrecht diz que ex-ministro de Dilma pediu R$ 100 milhões à campanha de 2014

quinta-feira, 13 de abril de 2017

Marcelo Odebrecht diz que ex-ministro de Dilma pediu R$ 100 milhões à campanha de 2014

Em troca, governo atuaria para aprovação de uma medida provisória que beneficiaria a Braskem

O empresário Marcelo Odebrecht deixou a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) em maus lençóis ao delatar propina dada à campanha presidencial de 2014. Segundo o ex-empreiteiro, o então ministro da Fazenda Guido Mantega pediu R$ 100 milhões para a campanha.
Em troca, ele atuaria no Congresso para aprovação de uma medida provisória que beneficiaria a Braskem, empresa ligada à Odebrecht. Ficou combinado então que a Braskem “bancaria” a campanha de Dilma, já que a Odebrecht “já tinha gasto R$ 50 milhões na campanha do Eduardo Campos e estava comprometida com o Aécio (Neves)”.

A medida provisória a que Guido Mantega se referiu foi a 613/13, aprovada no Congresso, Senado e sancionada pela presidência em menos de um mês. A MP determinava a concessão de inúmeros benefícios e incentivos à produção de etanol e à indústria química por meio de crédito presumido e redução de alíquota do PIS/Pasep e Cofins.

Nenhum comentário:

Postar um comentário