PORTALEUCLIDENSE: Paulo Afonso tem primeiro caso de febre amarela em macaco

quinta-feira, 11 de maio de 2017

Paulo Afonso tem primeiro caso de febre amarela em macaco

A Prefeitura de Paulo Afonso confirmou nesta quarta-feira (10) o primeiro caso de febre amarela em um primata da cidade. Um macaco tipo sagui foi achado morto dentro de uma casa no bairro Capuxu, recolhido e examinado, sendo constatada a presença da doença.
Agora, a prefeitura solicitou doses extras de vacina contra a febre amarela. A vacina deve ser tomada por pessoas de 9 meses a 59 anos que nunca tenham sido vacinadas contra a doença - a recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS) é que se tome apenas uma dose na vida. Quem tem mais de 60 anos, gestantes e mulheres que estão amamentando devem ser avaliadas pelo serviço de saúde, que vai analisar o risco-benefício da vacina.

Na cidade, estão sendo feitas atividades de combate à doença, incluindo delimitação das áreas afetadas, intensificação do trabalho dos agentes de endemias em áreas afetadas, implantação da notificação diária para febre amarela nas unidades de saúde e bloqueio costal nos pontos afetados.

A febre amarela é uma doença infecciosa causada por um arbovírus e transmitida pelo mosquito da dengue, o Aedes Aegypti. A doença não passa de pessoa para pessoa diretamente - o mosquito pica alguém doente e leva o vírus através de outra picada na pessoa sadia. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário