PORTALEUCLIDENSE: Agentes da Transalvador querem usar armas não letais em serviço

sexta-feira, 9 de junho de 2017

Agentes da Transalvador querem usar armas não letais em serviço

Em sessão ordinária na manhã nesta quinta-feira (08), representantes da Associação dos Servidores em Transporte e Trânsito do Município (Astram) e da Superintendência de Trânsito e Transporte (Transalvador) entregaram à Frente Parlamentar pela Segurança Pública da Câmara Municipal de Salvador, um ofício solicitando a votação do Projeto de Lei 368/15. A proposta permite o uso de armamento não letal em serviço.
A Frente, liderada pela vereadora Lorena Brandão (PSC), pediu apoio dos governos municipal e estadual pela integridade física dos agentes da Transalvador, que, segundo a edil, “vêm sendo vítimas de violência urbana de forma constante nos últimos tempos”.

De acordo com Lorena Brandão, é necessário a integração e articulação de defesa social das forças que compõem o sistema de Segurança Pública tanto do Município quanto do estado da Bahia. 

“Não podemos aceitar que esse tipo de violência aconteça. Os agentes, todos os dias, estão à mercê de situação de agressão e que colocam em risco a sua integridade física. A nossa Frente Parlamentar pela Segurança Pública vai lutar pelos direitos pela vida e pela defesa desses profissionais que, hoje, fazem parte de uma representação do Estado, com a manutenção da ordem no trânsito, mas que com pouca proteção acabam sendo praticamente obrigados a beneficiar infratores”, disse a socialista cristã.

Ainda segundo a vereadora, a Frente irá pedir ao Executivo uma atuação das forças de forma conjunta, como diz o artigo 144 – 10 da Constituição Federal, respeitando as competências de cada uma para que não se aconteça contraposição e sobreposição de esforços das mesmas. “A Constituição pede isso, e os agentes de trânsito estão inseridos neste artigo de Segurança Pública. Precisamos resgatar a autoestima desses trabalhadores que se doam todos os dias para manter a organização em nossa cidade”, pontuou Lorena.

Na próxima segunda-feira (13), os agentes da Transalvador prometem participar da Tribuna Popular na Câmara Municipal para aprofundar essa solicitação da Frente, que também é composta pelos vereadores Alexandre Aleluia (DEM), Joceval Rodrigues (PPS), Paulo Magalhães Júnior (PV) e Maurício Trindade (DEM).

Nenhum comentário:

Postar um comentário