PORTALEUCLIDENSE: A SUPERFICIALIDADE PROFUNDA DE ALGUNS

terça-feira, 11 de julho de 2017

A SUPERFICIALIDADE PROFUNDA DE ALGUNS

Passeando por algumas , Redes Sociais, lendo comentário em Grupos, ou até mesmo recebendo alguns “in box” me assuste sempre (o que, acredito, não deveria). 
Como alguns seres humanos são superficiais em suas análises sobre a vida, a política, a arte, a vida como um todo. Claro, sei que muitos não tiveram acesso às informações básicas que o transformaram em um ser metacognitivo (corram para o google), ou mesmo se o são, essa metacognição nada é mais que o fruto de uma mente arcaica, pobre, e, muitas vezes, baseada em suas crenças, preconceitos e desconhecimento de leis e suas aplicações.
Gente assim não sabe dizer que “não sabe”, não se interessa em saber e metralha quem sabe, pelo simples pretexto de que sua ignorância é o bastante para ser um profundo conhecedor das ciências que movem o mundo.
Não, caro amigo, você não sabe, você não conhece tudo, não conhece todas as ciências, não conhece, sequer, as limitações do ser humano a sua volta.
Não sabe de religião e quer saber mais que Fábio de Melo;
Não entende de futebol e achincalha Neymar;
Não conhece Lei e quer saber mais que José Eduardo Cardoso;
Não conhece música e critica a arte de Edu Lobo.
O problema, meu nobre, não é não saber, desconhecer, pois se não tivemos acesso, se certas informações nos foram negadas, seja pelo governo, seja pela nossa condição geográfica, seja por qualquer outro fator externo, o problema é ser Juiz de tudo à nossa volta; talvez mesmo o problema seja essa arrogância própria dos superficiais que arrotam nas redes sociais uma sede de justiça baseada em seus preconceitos e fraquezas, como se isso o fizesse forte e capaz.
Não, amigo, você não sabe a diferença entre lixo musical e comida musical, você não sabe que as Leis de nosso país não permitem certas coisas que você prega.
Talvez, até não entenda esse texto, que tento fazer da forma mais simples possível, mas quer entender de política, ciências, história, teologia, Direitos Humanos e tantos assuntos que vocifera (eita, google de novo?) aos quatro cantos do planeta como o mais sábio dos seres.
Em grupos que conheço o administrador se cansa em postar as regras, logo abaixo alguns membros cometem os mesmo erros, postando coisas não pertinentes ao grupo em questão. 
Algumas opiniões são tão supérfluas que beiram à insanidade.
Menos, gente, menos...
O mundo está aí e o acesso às informações não é coisa de outro mundo. Se aprimore, se dispa desses preconceitos e aprenda a ver as coisas pela ótica da razão, do respeito e do amor, que deveria ser o eixo de tudo isso.
No mais, culpar Deus, o prefeito, a empresa de coleta pelo lixo que a gente joga na rua, é no mínimo injustiça, para não dizer outra coisa.

David Souza

Nenhum comentário:

Postar um comentário