PORTALEUCLIDENSE: Baiana que trabalhava como motorista de ônibus em SP é brutalmente assassinada e tem corpo incendiado

segunda-feira, 31 de julho de 2017

Baiana que trabalhava como motorista de ônibus em SP é brutalmente assassinada e tem corpo incendiado

A baiana natural da cidade de Itabuna e ex-motorista da Viação Leme, em Jundiaí-SP, Joseilda Silva de Oliveira Pereira, de 34 anos, foi assassinada em Juquehy, na Costa Sul de São Sebastião. Ela fazia em Jundiaí a linha 522, da Rodoviária para o Terminal Central.
De acordo com companheiros de trabalho na empresa de ônibus, Joseilda era simpática com os passageiros e com as pessoas que conhecia. O crime foi bárbaro. O corpo de Joseilda foi encontrado em um terreno baldio queimado e com sinais de tortura. A Polícia da cidade acredita que o crime foi passional e investiga todas as relações que a motorista teve no litoral. Ela estava trabalhando como motorista em uma empresa de São Sebastião.

Segundo o investigador chefe do SIG (Setor de Investigações Gerais), Ricardo Marques, do 2º Distrito Policial de Boiçucanga, materiais encontrados na cena do crime foram recolhidos. Ele salienta que a investigação está avançada para chegar em breve em quem teria cometido este crime bárbaro. Joseilda Pereira, conhecida como Josi, era motorista da Ecobus e deixa dois filhos. Ela já teve uma filha pequena que morreu atropelada e estava tentando reconstruir a sua vida. (Jornal da Região)

Nenhum comentário:

Postar um comentário