PORTALEUCLIDENSE: :“Viemos para tocar terror” Gritava os integrantes da quadrilha que explodiram o Banco do Brasil em Pindobaçú

sexta-feira, 3 de novembro de 2017

:“Viemos para tocar terror” Gritava os integrantes da quadrilha que explodiram o Banco do Brasil em Pindobaçú

A prefeitura funciona no primeiro andar do prédio e até o momento não temos informações sobre os danos causados.

Os moradores da cidade de Pindobaçu, município localizado no Piemonte Norte do Itapicuru, viveram uma noite de terror, conforme gritava a quadrilha que explodiram a agência do Banco do Brasil, situada na Praça Pedro Luiz.
Segundo informações de um vizinho à agência, que que pediu para não se identificado, por volta das 02h25min bandidos armados chegaram em cinco carros e se posicionaram nos diversos acessos da praça e começaram atirar como forma de intimidar a população. 

A Rua Jacobina, que também dar acesso ao banco, onde tiveram maior vigilância, pois residem 04 policiais, significando que eles estavam bem informados, segundo informações de populares.


Outra parte da quadrilha cuidava de colocar explosivos no interior da agência e foram ouvidos de sete a nove explosões.  Na praça, eles ironizavam a policia perguntando se “naquela cidade não tinha homem”, “cadê a policia?”, “viemos tocar terror”, segundo relatos.

Na fuga, os veículos se dividiram fugindo pela BA 130, sendo três deles sentido a cidade de Senhor do Bonfim, onde tomou de assalto um caminhão Baú e ateou fogo em cima da ponte do Rio Lajinha, próximo da cidade de Antonio Gonçalves.


Além do BB, segundo informações, eles também arrombaram e levaram mercadorias e dinheiro de uma loja de roupas e que conseguiram arrombar o cofre e os caixas eletrônicos. Foi também percebida, segundo um morador, a presença de uma mulher no grupo de assaltantes.  Não há dados se foram subtraídos valores na ação criminosa.

A prefeitura funciona no primeiro andar do prédio e até o momento não temos informações sobre os danos causados.

Redação CN: Fotos: Grupo de Whatsapp

Nenhum comentário:

Postar um comentário