PORTALEUCLIDENSE: Suspeitos da morte de adolescente de 16 anos encontrada em saco são detidos

domingo, 25 de fevereiro de 2018

Suspeitos da morte de adolescente de 16 anos encontrada em saco são detidos

Jovem desapareceu em Feira de Santana após ir encontrar amigo em shopping

Dois suspeitos de terem participado da morte da adolescente Bruna Santana Mendes, de 16 anos, em Feira de Santana, interior da Bahia, foram presos na sexta-feira (23). Segundo informações da Polícia Civil, os jovens têm 18 e 20 anos. Não se tem informações, no entanto, de onde eles foram localizados. 
De acordo com a polícia, sacos semelhantes ao que foi usado para enrolar o corpo da vítima foram encontrados em uma casa vizinha à residência do primo da jovem, no bairro Jardim Cruzeiro. A garota, que vivia em Serra Preta, passava uns dias na casa do primo no período em que desapareceu.


“Esses sacos já foram recolhidos e, agora, a gente tenta fazer essa comparação com o saco que foi utilizado para enrolar e deixar a vítima no local e para saber se tem algum tipo de ligação”, explica o coordenador regional da Polícia Civil da cidade, Roberto Leal.


Entenda o caso

A garota saiu da casa da mãe, da cidade de Barro Preto, para fazer exames médicos e tirar alguns documentos pessoais. Em Feira de Santana, ela estava na casa do primo e informou para mulher dele que iria se encontrar com um amigo no cinema no Shopping Boulevard, segundo a polícia. Quando a mulher do primo foi buscar a jovem no final da tarde, às 17h, não a encontrou e retornou para o bairro para localizá-la.

O amigo de Bruna foi ouvido e relatou que ao não encontrar a mulher do primo, a garota passou mal e disse que iria voltar para casa. Ele chegou a oferecer carona, mas ela se recusou e voltou com um motoboy.

Em depoimento, o motoboy afirmou ter deixado a jovem na calçada próxima da casa do primo. A polícia diz que uma testemunha comprovou a versão do motociclista. Após isso Bruna não foi mais vista.
As imagens das câmeras de segurança do shopping e dos locais em que a estudante passou foram solicitadas pela delegada que investiga o caso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário