PORTALEUCLIDENSE: Colisão entre furgão e caminhão não teve vítima fatal

segunda-feira, 14 de maio de 2018

Colisão entre furgão e caminhão não teve vítima fatal

Freio do furgão falhou na passagem por um quebra-molas. Colisão foi provocada na tentativa de parar o veículo

Colisão envolvendo um Furglaine placa BRA 3748, licença de Euclides da Cunha BA, contra a traseira de um caminhão de carroceria baú, felizmente não teve vítima fatal a lamentar.
Segundo informações obtidas pelo repórter José Dilson Pinheiro, do Site euclidesdacunha.com, o fato aconteceu por volta das 11h, deste sábado 12, no primeiro quebra-molas do povoado de Pinhões, meio rural de Euclides da Cunha, distante cerca de 15 km da sede municipal.


José Dilson Pinheiro ouviu o passageiro do furgão, de prenome Aurino, que contou como aconteceu o acidente: "a viagem de Euclides da Cunha para Carnaíba seguia normalmente, quando Vaval, condutor do furgão, percebeu que a roda traseira do lado esquerdo apresentava sinais de fumaça e parou para verificar, havendo a necessidade de liberar o rolamento que havia travado e estava provocando o esquentamento da roda e gerando fumaça, sendo auxiliado por um seu irmão, que também faz transporte de passageiros entre o povoado e a cidade, que vinha logo atrás”. 


“Resolvido o problema, a viagem continuou e ao se aproximar do primeiro quebra-molas do povoado de Pinhões, ao tentar reduzir a velocidade, notou que o veículo havia perdido os freios e, sem alternativa para desviar-se de um caminhão do tipo baú que se encontrava estacionado à frente, colidiu frontalmente contra o fundo do caminhão. Na colisão, a porta dianteira direita se desprendeu da lataria e uma passageira foi arremessada para fora, indo cair no acostamento, enquanto os demais passageiros sofriam o impacto da colisão que chegou a empurrar o caminhão por cerca de cinco metros”. 


“Aurino, ao perceber que o choque seria inevitável, tratou de se proteger segurando-se com firmeza no banco da frente, o mesmo não aconteceu com os demais passageiros, que foram arremessados contra o banco da frente. Na colisão, uma criança que viajava no banco da frente escapou sem ferimentos, talvez, protegida pela mãe, na hora do choque. Assim que saiu do furgão, Aurino viu um telefone celular ao lado do corpo da mulher que havia sido arremessada para fora do veículo, que pertencia a outra passageira, fez uma ligação para a polícia comunicando o fato e solicitando socorro para as vítimas” 


Com a chegada da equipe de socorro, as pessoas feridas e machucadas foram levadas para a UPA, onde passaram por exames preliminares, sendo que os casos considerados mais sérios, porém, sem gravidade, foram atendidos, inclusive o encaminhamento de quatro pessoas para o Hospital Municipal ACM/Português, onde foram submetidos a exames de Raio X, pois havia suspeita de fratura de braço em uma das mulheres que viajavam no banco da frente, ao lado do motorista; juntamente com outra vítima que apresentava sintoma de tontura, permaneceram em observação médica e posterior avaliação do quadro clínico. Aurino sofreu apenas, pequenos arranhões na perna. 


Uma guarnição da Polícia Militar do 5º BPM foi deslocada para Pinhões, onde procedeu o controle de tráfego até a retirada do furgão do local do acidente, para facilitar o trânsito, principalmente de veículos pesados, que no horário do acidente costuma ser bastante movimentado, por tratar-se da BR 116/Norte (Santos Dumont). Uma guarnição da Polícia Rodoviária Federal também chegou ao local, mas o tráfego de veículos havia sido normalizado. A guarnição dirigiu-se ao Hospital Municipal onde deve ter ouvido o condutor e as vítimas.

O repórter José Dilson Pinheiro foi informado por Aurino, uma das vítimas do acidente, que Vaval é morador do povoado de Carnaíba e há muito tempo trabalha com o transporte de passageiros, que é muito responsável e cuidadoso, não faz uso de bebida alcoólica e cuida frequentemente da parte mecânica do veículo, isentando-o de responsabilidade no acidente e atribuindo ao caso a uma fatalidade. 

euclidesdacunha.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário