PORTALEUCLIDENSE: Ex-PM ligado ao assassinato de vereadora será transferido para presídio federal

terça-feira, 15 de maio de 2018

Ex-PM ligado ao assassinato de vereadora será transferido para presídio federal

Advogado de defesa alega que seu cliente já sofreu uma tentativa de envenenamento e se encontra em greve de fome há 4 dias

O ex-PM Orlando Oliveira de Araújo, apontado por uma testemunha como um dos mandantes do assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, será transferido para um presídio federal de segurança máxima, após decisão da 5ª Vara Criminal da Capital.
O pedido de transferência veio do advogado de defesa de Araújo, Renato Darlan, que alega que seu cliente já sofreu uma tentativa de envenenamento e se encontra em greve de fome há 4 dias. Araújo nega participação no assassinato de Marielle Franco e terá que aguardar no presídio Bangu 1 até que seja determinada a unidade a qual será transferido.

Darlan esteve na Delegacia de Homicídios onde tentou, sem sucesso, ter acesso ao depoimento da testemunha que teria apontado Araújo e o vereador Marcello Siciliano (PHS) como mandantes do assassinato da vereadora. Ele contou que tampouco conseguiu falar com o delegado responsável pelo caso, Giniton Lages, que esteve em Bangu 1 na quinta-feira para conversar pessoalmente com Araújo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário