PORTALEUCLIDENSE: Motorista de carro de luxo atropela e mata mãe e filha de 9 anos

sábado, 30 de junho de 2018

Motorista de carro de luxo atropela e mata mãe e filha de 9 anos

Suspeito teria tentado fugir sem prestar socorro às vítimas, mas acabou impedido por populares que presenciaram o atropelamento
O motorista de um carro de luxo é suspeito de ter atropelado quatro pessoas da mesma família na avenida Carlos Caldeira Filho, em frente ao Terminal Capelinha, na zona sul de São Paulo, por volta das 18h43 desta sexta-feira (29). Entre as vítimas, mãe e dois filhos morreram.

De acordo com o boletim de ocorrência, as vítimas atravessavam a avenida na faixa de pedestres. Segundo testemunhas, o motorista estava em alta velocidade, tentou frear, mas acabou atropelando a mãe e os três filhos.

Ele teria tentado fugir sem prestar socorro às vítimas, mas acabou impedido por populares, que presenciaram o atropelamento. Uma mulher de 43 anos e sua filha de 9 anos morreram na hora.

Cristiano Ronaldo da Silva, irmão gêmeo de Camila, estava ao solo, consciente e com ferimentos diversos. Já o irmão mais novo, João Victor Silva, de 1 ano, foi arremessado para dentro do terreno do Metrô, onde passam os trilhos da linha 5-Lilás.

Ambos foram socorridos e levados ao pronto-socorro do Hospital do Campo Limpo pelo SAMU, mas o bebê não resistiu aos ferimentos.

O motorista não apresentou sinais de embriaguez e o carro foi localizado metros à frente do local do atropelamento. Havia marcas de pneu no asfalto, o que demonstrou que o veículo estava em alta velocidade.

Testemunhas contaram aos policiais que no local, onde está localizada a faixa de pedestre, o semáforo não funciona.

A Polícia Civil solicitou perícia ao local e o carro de cadáver às vítimas fatais. Também requisitou exame de corpo de delito à criança que sobreviveu.

Em pesquisa feita no Prodesp (Companhia de Processamento de Dados do Estado de São Paulo), constatou-se que o carro possui irregularidades administrativas e restrição por bloqueio judicial.

O motorista vai responder por homicídio culposo e lesão corporal na direção de veículo automotor. Ele ficará preso na carceragem do 89º distrito policial do Portal do Morumbi, onde a ocorrência foi registrada.

Ele vai aguardar pela audiência de custódia prevista para este sábado (30).

A  Companhia de Engenharia de Tráfego informou, por meio de nota, que a Avenida Carlos Caldeira Filho é monitorada e fiscalizada pelas equipes da CET, inclusive por equipamentos eletrônicos (radares).

As causas do acidente de sexta-feira (29/06) estão sendo apuradas pelas autoridades policiais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário