PORTALEUCLIDENSE: Espanha perde para a Rússia nos pênaltis e dá adeus ao sonho do bicampeonato

domingo, 1 de julho de 2018

Espanha perde para a Rússia nos pênaltis e dá adeus ao sonho do bicampeonato

Goleiro russo Akinfeev saiu como herói do jogo
Após empate na prorrogação, Akinfeev pega duas penalidades e garante os donos da casa nas quartas da Copa

Mais uma vez a Rússia surpreende a todos e vence a Espanha nos pênaltis avançando para as quartas de final da Copa do Mundo Rússia 2018. O jogo, que aconteceu neste domingo (1), no estádio de Luzhniki, em Moscou, terminou empatado em 1 a 1 no tempo normal.
Na prorrogação, nenhuma das duas seleções conseguiu marcar e a partida foi decidida nas penalidades. O goleiro russo Akinfeev virou herói ao fazer duas defesas em chutes dos espanhóis Koke e Aspas. A Espanha, que era apontada como uma das favoritas ao título, volta para casa mais cedo.

A partida começou em ritmo lento com amplo domínio de posse de bola da seleção espanhola, que não conseguia criar oportunidades reais de gol. Aos 17 minutos, em lance bobo dentro da área russa, o zagueiro Ignashevich derrubou Sergio Ramos e acabou colocando a bola para dentro do próprio gol. A Espanha parecia satisfeita com o 1 x 0 e pouco fazia para tentar furar o bloqueio russo.

Aos 40 minutos, contudo, a comodidade espanhola foi punida com o gol russo de empate. Em uma bola cruzada na área, Piqué subiu para cortar com o braço erguido e acabou fazendo um pênalti infantil. Dzyuba cabeceou depois de cruzamento de Samedov, a bola pegou na mão do zagueiro espanhol e o juiz apitou a falta. Os russos não desperdiçaram a chance. Dzyuba já tem três gols neste Mundial.

Na segunda etapa, o jogo seguiu o mesmo ritmo: maior posse de bola espanhola, muita defesa russa e poucas chances de gol. Os espanhóis não conseguiram criar, a Rússia defendeu muito, contando com o empenho do brasileiro naturalizado Mário Fernandes, e nada aconteceu. Na prorrogação o script foi o mesmo. A Espanha não conseguiu criar quase nenhuma chance real de gol e a partida foi para as penalidades, quando Akinfeev se consagrou ao defender as duas cobranças espanholas.

Primeira grande surpresa desta Copa, a Rússia, classificada para as quartas de final, enfrentará o vencedor do confronto entre Croácia e Dinamarca. As duas seleções também jogam neste domingo, mas na parte da tarde, a partir das 15h, com cobertura minuto a minuto do EL PAÍS.

Nenhum comentário:

Postar um comentário