PORTALEUCLIDENSE: Diagnosticado com doença transmitida por pombos, ex-vereador de Serrinha morre em Salvador

quinta-feira, 8 de novembro de 2018

Diagnosticado com doença transmitida por pombos, ex-vereador de Serrinha morre em Salvador

Faleceu em Salvador na madrugada desta quinta-feira (8), por volta de 2h45, o ex-vereador Lailson Cunha, de 49 anos. Ele exerceu o cargo de vereador de 2008 a 2012 e, atualmente, ocupava o cargo de diretor da vigilância em saúde do município de Serrinha.
O ex-vereador foi internado na semana passada no Hospital Português em Salvador após reclamar de fortes dores de cabeça.

Na unidade, fez exames que indicaram a presença de uma doença infecciosa letal transmitida por fungos presentes nas fezes de pombos. O mal causa meningite, complicações cerebrais e pneumonia. A contaminação ocorre pela aspiração do fungo. O índice de mortalidade, segundo a literatura médica, chega a 70%.

Na madrugada de quarta-feira (7), os médicos suspeitaram de morte cerebral e decidiram sedá-lo. Às 18h, por meio das redes sociais, uma irmã do ex-vereador informou que “ele teve uma piora significativa, seguida de uma parada cardíaca e, por conta disso, foi internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI)”.

Ainda segundo a nota da família, como o político já não respondia mais a estímulos, os médicos deram início ao protocolo de certificação de morte encefálica. Após 24 horas da abertura do procedimento, exames clínicos comprovaram a falta de oxigenação do cérebro e de fluxo sanguíneo nas artérias cerebrais, confirmando a morte encefálica.

Em 2008, Lailson Cunha ou ‘Lailson do Hospital’ foi eleito vereador com 698 votos pelo PSDB, sendo o décimo candidato mais votado no pleito. Em 2012 e 2016 ele voltou a disputar as eleições e obteve 932 e 433 votos, respectivamente, porém não logrou êxito. Em 2016 ele disputou pelo Partido Social Democrático (PSD).

O corpo de Lailson será velado a partir das 13h na Câmara Municipal de Vereadores de Serrinha. O enterro está previsto para acontecer às 9h desta sexta-feira (9) no Cemitério Paroquial.

Fonte: Clériston Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário