PORTALEUCLIDENSE: Demitida da TV Globo, jornalista consegue cargo no governo Bolsonaro

terça-feira, 8 de janeiro de 2019

Demitida da TV Globo, jornalista consegue cargo no governo Bolsonaro

Após receber o diagnóstico de Síndrome de Burnout – quando seu corpo chega ao limite físico, emocional e neurológico -, a jornalista Izabella Camargo foi demitida da Rede Globo.
De acordo com o Uol, assim que o presidente Jair Bolsonaro subiu a rampa, quase dois meses depois, seu nome foi anunciado para integrar a equipe de comunicação do Ministério da Ciência e Tecnologia. O convite foi feito pelo ministro e astronauta Marcos Pontes.

“O convite surgiu a partir de dezembro, quando fui chamada para integrar a equipe de comunicação. O Ministério é muito grande e tem muita coisa para ser divulgada sobre ciência. O convite foi um voto de confiança ao meu profissionalismo por mais de vinte anos em rádio e TV. Nunca trabalhei com política, e ainda não sei destas dinâmicas, mas só começo a trabalhar quando meu nome for publicado no Diário Oficial”, disse Izabella.

Ainda segundo o Uol, a jornalista afirmou que não teve receio de entrar na política. “Trabalho em um ministério que contribui com a sociedade. É o que faço como jornalista, entende? Não posso ter preconceitos em participar na área de comunicação de um ministério. Quando fiz a previsão do tempo na Globo, ouvi que tinha capacidade para fazer mais”, pontuou.

Sobre o governo eleito, que já tem sido visto com preocupação em relação a causas como a de preservação ambiental e de respeito de minorias, como a LGBT, Izabella Garcia preferiu não se manifestar. “Só posso falar do que eu vou fazer: buscar uma comunicação clara. A gente não precisa mais de mimimi, ou de conversa fiada. A gente precisa de esclarecimento. Entre ficar em casa, eu prefiro investir o meu conhecimento com humildade para divulgar projetos científicos. Ponto”, finalizou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário