PORTALEUCLIDENSE: Google compra tecnologia de smartwatch da Fossil por US$ 40 milhões

sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

Google compra tecnologia de smartwatch da Fossil por US$ 40 milhões

A Fossil, fabricante de relógios por trás de modelos icônicos como Relic, Abacus, Michele Watch e Zodiac Watch, anunciou que vendeu a sua tecnologia de smartwatches para a Google.
A gigante da internet pagará cerca de US$ 40 milhões pela aquisição e levará o que as empresas chamaram de “um sistema de smartwatch ainda em desenvolvimento”, além de absorver alguns funcionários da fabricante.

“Dispositivos vestíveis, construídos para o bem-estar, simplicidade, auxílio e personalização, trazem a oportunidade de melhorar vidas ao oferecer para o usuário informações e insights que eles precisem rapidamente”, disse a vice-presidente do Wear OS da Google, Stacey Burr. “A adição da tecnologia e equipe do grupo Fossil à Google demonstra o nosso compromisso com a indústria de vestíveis ao trazer um portfólio diversificado de smartwatches, além de oferecer suporte à sempre crescente necessidade dos consumidores que buscam unir vitalidade e portabilidade”.

A aquisição feita pela Google reacende rumores sobre um possível relógio inteligente que tenha a chancela da marca Pixel, hoje, aplicada aos smartphones fabricados pela gigante das buscas (como o Pixel 3 e o Pixel 3 XL). A empresa vem há anos tentando empurrar o seu sistema operacional WearOS — uma versão reduzida do Android para dispositivos vestíveis, como smartwatches —, com esforços mais notáveis em 2018, ao lançar uma versão atualizada (WearOS 2) e uma reformulação de branding e design.


O setor de smartwatches vem passando por altos e baixos, porém a Fossil, Inc. é a única a se manter relativamente estável graças à sua oferta de aparelhos com preços razoáveis e configurações bem ajustadas. Tal qual outras fabricantes, a empresa também faz uso do WearOs em seus dispositivos, com uma ou outra mudança. Ao ser adquirida pela Google, seus produtos passam a responder pelo portfólio da gigante da internet, o que atiça a curiosidade de quem sempre quis ver um “Pixel watch” no mercado.

Fonte: Techcrunch

Nenhum comentário:

Postar um comentário