PORTALEUCLIDENSE: Lançado oficialmente pela Chevrolet, novo Monza 2019 deve voltar ao Brasil

domingo, 6 de janeiro de 2019

Lançado oficialmente pela Chevrolet, novo Monza 2019 deve voltar ao Brasil

Nesta sexta-feira (04), a Chevrolet chinesa lançou oficialmente o Monza, modelo apresentado no salão de Guangzhou no ano passado e que agora está disponível no maior mercado automotivo do mundo.
O Monza ficará posicionado entre o Prisma e o Cavalier, uma versão remodelada do Cruze que também lembra uma clássica nomenclatura para a marca.

Na China, o Monza vem concorrer com o Ford Escort e Volkswagen Santana, herança de modelos consagrados por lá. Entre os sedãs compactos e os médios, há muito espaço para sedãs espaçosos e de custo mais baixo em relação aos consagrados sedãs médios. Assim como no Brasil, os chineses são ávidos compradores de sedãs pequenos.

Plataforma e motores


O Monza tem tudo para estrear por aqui. Construído sob a plataforma VSS-F, a mesma da nova geração do Onix e Prisma, o Monza tem arquitetura, motores e posicionamento ideais para desembarcar no Brasil. Por aqui seria o concorrente do Toyota Yaris sedã, Fiat Cronos, Volkswagen Virtus e Honda City, sedãs compactos mais bem equipados com preço inferior ao de um sedã médio.


As dimensões do Monza são generosas: 4,63m de comprimento, 1,79m de largura e 1,48m de altura, um pouco maior que o nosso Cobalt, candidato a ex-sedã por aqui. Maior e mais equipado, o Monza chinês recebeu também os mesmos motores turbo que devem estrear em breve no Brasil: 1.0 turbo três cilindros de 125cv e 1.3 turbo de quatro cilindros e 163cv.


Desenvolvimento

A GM não confirma sequer a nova família Onix e Prisma, que usam a plataforma GSV, mas os produtos estão prontos e foram desenvolvidos inteiramente na China. Sempre discreta, a GM esconde o projeto que está em fase avançada de homologação e sabe-se, inclusive que os novos Onix e Prisma não irão aposentar a família antiga, que irá brigar nos segmentos de entrada.


Outro argumento a favor do suposto Monza brasileiro é que a GM está uniformizando seus produtos e a plataforma VSS-F é a chave para o sucessor do Tracker e já é utilizada em muitos produtos da marca em mercados emergentes, justamente onde o Brasil está posicionado.






Com informações de Marco Antônio Jr. | A TARDE SP

Nenhum comentário:

Postar um comentário