Vendedor que filmou Damares Alves em loja de roupas é demitido

Thiego Amorim, vendedor que filmou a ministra Damares Alves em uma loja de roupas, foi demitido. Ele informou, em postagem no Facebook, que não faz mais parte do quadro de funcionários e agradeceu mensagens de apoio após a polêmica.
“Amores, venho através desse post informar que não faço mais parte do quadro de funcionários da marca. Ali ficou pequeno demais pra mim. Agradeço o apoio de todos e já estou pronto pra próxima batalha. Obrigado pelo apoio e carinho do Brasil inteiro. Eu não vou desistir, nunca desisti e não vai ser agora”, escreveu Thiego na rede social.

No início de janeiro, Damares Alves esteve na loja em que Thiego trabalhava. Como a ministra estava usando uma blusa azul, ele perguntou “E aí, ministra, você é menino ou menina?”, em referência a uma declaração dela que “menino veste azul e menina veste rosa”. O caso acabou filmado e teve enorme repercussão nas mídias sociais.

Na última semana, o vendedor entrou com uma representação na Procuradoria-Geral da República (PGR) alegando que foi agredido pela ministra. A loja onde ele trabalhava, porém, pediu desculpas e reconheceu que não houve o tratamento correto do profissional, além de negar qualquer tipo de agressão possivelmente feita por Damares.

istoe.com.br

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.