PORTALEUCLIDENSE.: Presidente do PSL, Luciano Bivar vota contra o governo na Câmara

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019

Presidente do PSL, Luciano Bivar vota contra o governo na Câmara

O presidente do PSL, Luciano Bivar (PE), foi 1 dos 2 deputados do partido que votaram contra o governo durante sua 1ª derrota na Câmara nesta 3ª feira (19.fev.2019). O outro foi o Coronel Tadeu (SP).
Os deputados aprovaram 1 projeto que suspendeu decreto do vice-presidente da República, general Hamilton Mourão, que alterava as regras da LAI (Lei de Acesso à Informação).

A proposta segue para o Senado. Caso aprovada na Câmara Alta, o presidente da Casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP), decretará a medida.

O PSL é o partido do presidente Jair Bolsonaro, que na 4ª feira (20.fev) deve entregar a proposta de reforma da Previdência ao Congresso.

A preocupação do governo é em relação a sua articulação com deputados e senadores, isso porque a reforma da Previdência depende de uma emenda à Constituição, o que significa o apoio de ao menos 308 deputados para aprová-la. Nas votações desta 3ª, o partido não conseguiu reunir sequer 60 votos.

Bivar esteve no centro do escândalo de candidatas laranjas do PSL nas eleições de 2018. O caso foi revelado pelo jornal Folha de S. Paulo. O caso foi em Pernambuco, Estado onde Bivar comanda o partido.

Entretanto, a responsabilidade pelo escândalo foi atribuída ao agora ex-ministro Gustavo Bebianno (Secretaria Geral), que foi demitido ontem (18.fev).

Por meio da assessoria de imprensa, Bivar disse que, por “1 erro de digitação”, teria votado de forma equivocada.

Eis os votos por partido:

Nenhum comentário:

Postar um comentário