PORTALEUCLIDENSE.: Adolescente diz que pretendia realizar massacre em escola de Taboão da Serra

quarta-feira, 20 de março de 2019

Adolescente diz que pretendia realizar massacre em escola de Taboão da Serra

A Polícia Civil de Taboão da Serra identificou o adolescente que ameaçou, através de trocas de mensagens com colegas, que planejava realizar um massacre na Escola Estadual Dr. Reynaldo do Nascimento Falleiros, no Jd. São Salvador, em Taboão da Serra.Em depoimento a policiais ele confirmou que tinha intenção de, no futuro, cometer um massacre como ocorrido na escola Raul Brasil, em Suzano, por que é “vítima de bullying”. A Polícia Civil chegou a revistar o quarto do adolescente, mas não encontrou nenhum material com “potencialidade lesiva”.

Após investigação na 1ª Delegacia de Polícia de Taboão da Serra, a residência do jovem, de 16 anos, foi localizada no Jd. Panorama. Policiais do Garra foram até o local onde estava a sua mãe, que disse sabia da “natureza da diligência” e indicou que o jovem estava naquele momento em uma igreja.

Ao chegar a sua casa, o jovem disse a polícia que “intencionava, num futuro próximo, atentar contra a vida de professores e alunos da escola, vez que sofria ‘bullying’ de outros estudantes” conforme consta na ocorrência.

O Adolescente foi levado para a delegacia, onde ao lado de sua mãe, deu um depoimento formal a Polícia Civil. Uma conselheira tutelar foi acionada e passará a fazer o acompanhamento familiar.
Após prestar esclarecimentos o adolescente voltou para sua casa. A mãe do jovem assinou um Termo de Compromisso e Responsabilidade e terá que apresentá-lo a representantes do Ministério Público.

Segundo a ocorrência, o jovem não ficou apreendido porque “uma vez que, preliminarmente, não restou demonstrado que o adolescente tenha ameaçado pessoa determinada, bem como, não iniciou nenhum ato de execução, após sua oitiva formal”.

Entenda o caso

Uma ameaça de ataque na Escola Estadual Dr. Reynaldo do Nascimento Falleiros, no Jd. São Salvador, em Taboão da Serra, levou a direção a suspender as aulas nesta segunda-feira, dia 18. Segundo o boletim de ocorrência, um adolescente de 16 anos planejava realizar um massacre na escola no dia de hoje. A escola reúne estudantes do ensino fundamental.

Ainda de acordo com o B.O., a vice-diretora tomou conhecimento que o aluno, estaria planejando realizar um massacre contra os alunos da escola, alertando que iria matar todos, inclusive as crianças.

A vice-diretora recebeu prints das conversas do adolescente com um desconhecido. O estudante justificou sua ação dizendo que sofria bullying na escola. Em uma das mensagens o adolescente diz que “quando você me ver na escola não me veja mas como um aluno e sim como um assassino”.

A unidade registrou Boletim de Ocorrência na Delegacia Central de Taboão da Serra. A polícia identificou o adolescente responsável pelas mensagens que foi apreendido. O Ministério Público e o Conselho Tutelar foram acionados. O caso segue em investigação.

Fonte: O Taboense

Nenhum comentário:

Postar um comentário