PORTALEUCLIDENSE.: Flamengo derrota o Vasco e é campeão da Taça Rio

domingo, 31 de março de 2019

Flamengo derrota o Vasco e é campeão da Taça Rio

Taça Rio - Rubro-negros levaram a melhor nos pênaltis, após empate nos acréscimos

Rio - Foi suado, com a marca rubro-negra. O Flamengo perdia até os 48 minutos do segundo tempo, quando Arrascaeta empatou o clássico contra o Vasco, em 1 a 1, e levou a final para os pênaltis.
Na disputa decisiva, vitória por 3 a 1 e festa no Maraca.

Agora, o Flamengo faz uma das semifinais com o Fluminense, no próximo fim de semana; o Vasco mede forças com Bangu. Rubro-negros e cruzmaltinos têm a vantagem do empate, em jogo único. Quem avançar faz a final do Carioca.


Em um primeiro tempo morno, talvez o melhor momento do clássico tenha sido a bela disputa de cantos das torcidas. Apesar de muita vontade, faltou às duas equipes organização no ataque. Tanto que o primeiro lance de perigo só aconteceu aos 30 minutos, em cabeçada de Thuler que passou raspando após escanteio.

Sem Abel Braga, de licença médica após um procedimento no coração, o Flamengo do auxiliar técnico Leomir não teve titular algum relacionado para a final. Mesmo com reservas e com Arrascaeta apagado, foi ligeiramente melhor que o Vasco, sem nenhuma força ofensiva e errando muitos passes.

Tanto que a melhor chance foi dos rubro-negros, já nos acréscimos da primeira etapa, num chute cruzado de Vitinho que Fernando Miguel fez grande defesa. O goleiro já havia salvo antes também contra o atacante. Já os vascaínos tiveram que se contentar com uma cabeçada para fora de Tiago Reis.

Na volta do intervalo, o clássico enfim ficou com cara de final. E o Vasco teve em suas duas promessas, até então apagadas, o diferencial. Primeiro Marrony arriscou o chute que fez César mandar para escanteio. Na sequência, Tiago Reis comprovou a boa fase ao se antecipar à marcação e abrir o placar aos nove. Foi o quarto gol do jovem atacante em quatro jogos como titular.

Imediatamente após o gol o Flamengo buscou pressionar pelo empate e deixou espaços para o contra-ataque. O único que o Vasco quase aproveitou foi com Rossi, que parou em César. O castigo veio nos acréscimos, com a cabeçada salvadora de Arrascaeta.

Nos pênaltis, Vitinho, Arrascaeta e Uribe marcaram; Rodinei perdeu. Pelo lado do Vasco, Danilo Barcelos converteu; Rossi, Tiago Reis e Werley desperdiçaram.

Nenhum comentário:

Postar um comentário