Morando na rua, Valdiram, ex-Vasco, é encontrado morto em São Paulo

O Clube de Regatas Vasco da Gama confirmou neste sábado a morte do ex-atacante Valdiram, que tinha 36 anos e faleceu em São Paulo por causas ainda desconhecidas.
Seu corpo estava na rua Santa Eulália, Zona Norte de São Paulo e, de acordo com o programa Brasil Urgente, tinha sinais de espancamento.

Valdiram sofria com o abuso de drogas e álcool. Em fevereiro de 2018, a notícia de que o ex-atleta estava dormindo na rua fez com que o Vasco providenciasse uma internação em uma clínica médica no Rio de Janeiro para usuários viciados. Ele ficou quatro meses no local, deixando a clínica em 23 de junho.

Após receber alta, Valdiram ganhou uma oportunidade no Olaria. Entretanto, ele disse a amigos que iria a São Paulo para visitar a irmã e desapareceu. Segundo pessoas próximas, ele estava morando na Cracolândia.


Natural de Canhotinho, no interior de Pernambuco, Valdiram foi revelado no CRB. Em 2006, foi contratado pelo Vasco junto ao Esportivo (RS). Logo se destacou, tendo terminado como artilheiro da Copa do Brasil daquele ano, quando o Gigante da Colina terminou com o vice-campeonato.

Logo em sequência, porém, o atacante passou a faltar em treinos e teve seu contrato rescindido em fevereiro de 2007. Depois disso, passou por 18 clubes até 2011.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.