Sequestrador de Washington Olivetto será extraditado para o Chile

Washington Olivetto 
O ex-guerrilheiro e sequestrador chileno Maurício Hernández Norambuena será extraditado para o Chile nas próximas semanas, após ficar 16 anos preso no Brasil.
A informação do Ministério da Justiça e Segurança Pública e a Polícia Federal (PF) foi divulgada nesta segunda-feira (19). Ele cumpria pena de 30 anos de prisão pelo sequestro do publicitário Washington Olivetto em 2001 na capital paulista. 

Segundo o G1, governo chileno pedia a extradição de Norambuena desde a prisão dele no Brasil por causa do sequestro de Olivetto, que durou 53 dias. O acórdão do Supremo Tribunal Federal (STF) de 26 de agosto de 2004 autorizou extraditá-lo, com a condição de que a pena dele fosse mantida em, no máximo 30 anos, como funciona no Brasil e não com prisão perpétua por assassinato e sequestro, como é no Chile, o que não foi aceito até então.


Segundo o Ministério da Justiça, agora as autoridades chilenas concordaram em seguir as regras penais brasileiras. 

“O Ministério da Justiça e Segurança Pública informa que houve um comprometimento formal do governo do Chile com a não execução de penas não previstas na Constituição Brasileira. Dentre elas prisão perpétua e pena de morte”, informa a nota.

Ainda de acordo com a publicação, a advogada de Norambuena, Sabrina Bittencourt Nepomuceno, informou que entrou no STF com um pedido de habeas corpus para que seu cliente não seja extraditado até que os termos do acordo feito entre o Brasil e o Chile sejam conhecidos pela defesa e que seu cliente teme por sua vida.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.