Sérgio Chapelin deixa a Globo após quase 50 anos na emissora

Sérgio Chapellin resolveu que é a hora de deixar as câmeras. Após quase 50 anos trabalhando na TV Globo, o jornalista decidiu se aposentar para dedicar mais tempo à sua família, como foi divulgado em um comunico oficial à imprensa escrito pelo diretor de jornalismo da emissora, Ali Kamel.
Ele estava no comando do Globo Repórter e quem irá substituí-lo será Sandra Annenberg e Glória Maria. Por sua vez, Maju Coutinho assumirá o lugar deixado na bancada do Jornal do Hoje e, a partir de setembro, passará a comandar sozinha o telejornal.

No comunicado, o diretor de jornalismo revela que Sérgio já tinha planos de se aposentar cinco anos atrás, pois ele queria aproveitar mais tempo com a família e sem tantas obrigações. 

Mesmo apaixonado pelo que faz, Sérgio ponderou que é parte da sabedoria encontrar o momento de desacelerar e aproveitar mais a vida, o tempo com a família, ele escreveu.

O jornalista fez o teste para entrar na Globo em 1972 e foi aprovado. Logo de cara, queriam que ele apresentasse o Jornal Nacional, mas precisavam que de um substituto para o antigo âncora do Jornal Hoje e assim o fez durante um mês. O sucesso foi tão grande que Sérgio foi escalado para o maior jornal da emissora, como desejavam de início, e então ele fez dupla com Cid Moreira na bancada. Um ano depois o jornalista participou da estréia do Fantástico e foi o primeiro apresentador do Globo Repórter. Ali Kamel contou o que ele disse sobre essa época: 

É um orgulho, claro, mas naquela época, eu apresentava o Jornal Nacional, o Fantástico e o Globo Repórter, não tinha moleza, mas era tudo um grande prazer.

Sérgio passou um ano no SBT, mas voltou à Globo. Em seu retorno ele apresentou o Fantástico e com o tempo voltou a comandar o Jornal Nacional, Jornal da Globo e o Globo Repórter, onde permaneceu até então. De acordo com Ali Kamel Sérgio se despede com grandes contribuições ao jornalismo e sua história sempre fará parte da emissora. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.