Segundo maior furacão da história do Atlântico, Dorian atinge as Bahamas


Fenômeno pode seguir nos próximos dias para estados americanos


"O furacão Dorian chegou com força neste domingo às ilhas das Bahamas, na América Central, com ventos que atingiram os 295 quilômetros por hora, segundo informações do Centro Nacional de Furacões (NHC), em Miami. O furacão atingiu a categoria 5 (a mais alta existente) e as autoridades alertam para os “riscos elevados” que constitui a sua passagem.

Grandes inundações foram registradas nas ilhas Abaco, no noroeste das Bahamas, segundo as primeiras imagens divulgadas através das redes sociais depois do impacto do histórico furacão. As imagens postadas mostram fortes correntezas quase cobrindo alguns imóveis, muitas com os tetos destruídos pela força de ventos. Vídeos de fotos registraram automóveis tombados em estradas e ruas. O governo obrigou milhares de cidadãos das zonas mais baixas da Bahamas a evacuar as suas casas e procurar abrigos improvisados pelo governo.

O Dorian se desloca agora em direção à costa leste dos EUA, disseram as autoridades. Não há notícias de vítimas do furacão, mas a previsão é que será um dos mais fortes já registados no Atlântico.


De acordo com comunicado do NHC, a tempestade poderá desenvolver ventos de até 320 km/h e causar "uma destruição extrema nas áreas atingidas por várias horas". "Esta é uma situação com risco de vida. Os moradores do local devem se abrigar imediatamente. Não se aventure se eles passarem em sua localização", alertou."

"Até este domingo o rumo do Dorian era incerto e não havia certeza sobre a zona de impacto inicial na costa leste dos EUA. A estimativa era que o furacão deveria se deslocar mais para norte do que inicialmente previsto, podendo não atingir o estado da Florida. Mesmo assim, a previsão é que outras partes dos EUA devem ter grandes quantidades de chuva até o fim da semana. Nas Carolinas do Sul e Norte, pode haver entre 15 e 25 cm de chuva, com alguns lugares recebendo até 38 cm."

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.