Portal Euclidense: Cerca de 700 investigações travam após decisão de Toffoli sobre Coaf

INICIO

sábado, 26 de outubro de 2019

Cerca de 700 investigações travam após decisão de Toffoli sobre Coaf



Ao menos 700 investigações e processos judiciais foram paralisados desde que o presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, mandou suspender casos criminais baseados em informações de órgãos de controle como a Receita Federal e o antigo Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras). 
Os dados são da Procuradoria-Geral da República e foram divulgados pelo jornal Folha de São Paulo. A medida travou principalmente as apurações sobre crimes contra a ordem tributária (307), como sonegação, e as relativas à lavagem de ativos obtidos ilicitamente (151), inclusive em esquemas de corrupção. 

Além disso, 23 apurações de improbidade administrativa foram sustadas por conter informações dos órgãos sob questionamento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário