Portal Euclidense: Justiça condena deputado petista por calúnia e difamação contra ACM Neto

INICIO

quarta-feira, 30 de outubro de 2019

Justiça condena deputado petista por calúnia e difamação contra ACM Neto



Robinson Almeida acusou o prefeito de desvio de dinheiro para o Parque Social

Por conta de um comentário nas redes sociais contra o prefeito ACM Neto (DEM), o deputado estadual Robinson Almeida (PT) foi condenado pela justiça baiana a pena de 1 ano, 9 meses e 23 dias de prisão por calúnia e difamação. A decisão foi publicada na edição desta terça-feira (29) no Diário Oficial da Justiça.

Em março de 2018, o petista publicou em sua conta no Facebook uma acusação que afirmava que o prefeito teria beneficiado ilegalmente a ONG Parque Social, presidida por sua mãe, Rosário Magalhães, com repasses no valor de R$ 2,8 milhões.

O parlamentar também foi condenado a pagar multas para o prefeito e sua mãe, no valor mínimo de R$ 30 mil e R$ 20 mil, para cada, respectivamente.

O juiz responsável pelo caso, Ricardo Augusto Schmitt, da 12ª Vara Criminal de Salvador, disse que a notícia realmente existiu, porém o deputador “acrescentou elementos e expressões ali não existentes, passando a fazer um comentário pessoal a respeito da matéria jornalística”.

Em sua defesa, Robinson disse que fez “um comentário político e legítimo, criticando apenas uma ação praticada pelo prefeito”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário