Tragédia: Aeronave cai durante pouso na Bahia


Uma aeronave caiu durante o pouso na pista de um resort em Barra Grande, distrito do município de Maraú, no baixo sul da Bahia, na tarde desta quinta-feira (14). Segundo informações da assessoria de comunicação da prefeitura do município e da Polícia Civil, o acidente ocorreu pouco depois das 14h e deixou uma pessoa morta e outras nove ficaram feridas, entre elas uma criança.
Ainda não se sabe quantas pessoas ao todo estavam na aeronave, que é um jato executivo, e nem sobre o que provocou a queda do avião. A pessoa que morreu, segundo a polícia, foi uma mulher, que ficou carbonizada.
A aeronave decolou do aeródromo de Jundiaí (SP), às 11h, com destino a Maraú, segundo informações da Voe SP, que administra o terminal, e da Força Aérea Brasileira (FAB). A Voe SP informou que a aeronave ficava em um hangar e teve a autorização para decolar porque não houve nenhuma comunicação de anormalidade por parte da equipe técnica responsável.
Os feridos foram encaminhados, inicialmente, para um posto de saúde de Barra Grande. As vítimas não tiveram nomes e idades divulgadas. Não há informações sobre o estado de saúde dos sobreviventes, que, segundo a prefeitura, devem ser transferidos ainda nesta quinta para Salvador.
Um avião com capacidade para 8 passageiros e dois helicópteros, ambos do Grupamento Aéreo da Polícia Militar da Bahia (Graer), foram enviados de Salvador para Barra Grande para fazer o transporte das vítimas até a capital baiana.
Conforme registro da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), aeronave, um bimotor Cessna C550 fabricado em 1981, de prefixo PT- LTJ, é do empresário José João Abdalla Filho e está em situação regular. O G1 entrou em contato com o Banco Clássico, de propriedade de João Abdala, e uma pessoa da recepção da instituição disse que o empresário está no exterior.

Relato de testemunhas

O pescador Ronaldo Amaral disse que viu o momento em que a aeronave deu uma volta no ar e depois começou a cair.
“Eu estava pescando e vi o avião passando por cima de mim. Ele fez uma volta bem rápida e, depois, voltou para a pista. Em questão de segundos a fumaceira subiu”, destacou.
Silvia Almeida, que mora em Barra Grande, também disse ter visto o momento da queda do avião.
“Eu estava passando pela praia de Taipu de Dentro e vi. Aí eu fui pra perto e comecei a filmar. Eu só não sei dizer se morreu alguém”, relatou ao G1.
Bimotor caiu em Barra Grande, distrito do município de Maraú, na Bahia — Foto: Arte/G1

Investigação

Por meio de nota, a Polícia Civil informou que equipes da Delegacia Territorial de Maraú realizam os levantamentos iniciais para apurar a queda do avião.
A FAB disse que investigadores do Segundo Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA II), órgão regional do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA), irão se deslocar para realizar a Ação Inicial da ocorrência envolvendo a aeronave.
Conforme a FAB, a Ação Inicial é o começo do processo de investigação e possui o objetivo de coletar dados: fotografar cenas, retirar partes da aeronave para análise, reunir documentos e ouvir relatos de pessoas que possam ter observado a sequência de eventos.
A investigação realizada pelo CENIPA, explica o órgão, tem o objetivo de prevenir que novos acidentes com as mesmas características ocorram.
Aeronave caiu em Maraú, na Bahia — Foto: Dudu Face/Camamu Noticias
“A necessidade de descobrir todos os fatores contribuintes garante a liberdade de tempo para a investigação. A conclusão de qualquer investigação conduzida pelo CENIPA terá o menor prazo possível, dependendo sempre da complexidade do acidente”, informa trecho da nota divulgada pela FAB.
Fonte: G1/BA

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.