170 visitantes do Parque Nacional de Yosemite estão doentes após provável surto de vírus


Cerca de 170 pessoas, incluíndo funcionários, recentemente relataram problemas estomacais, incluindo diarréia e vômito, após estarem no Parque Nacional de Yosemite, nos Estados Unidos. De acordo com autoridades, um surto de vírus atingiu todas as partes do vale de Yosemite, uma área turística central que abriga hotéis, lojas e a maior parte da infraestrutura do parque que fica na Califórnia.
Dois dos casos foram confirmados como norovírus, um vírus que pode se espalhar através do contato direto com uma pessoa infectada, alimentos, bebidas ou objetos contaminados e até transmissão pelo ar.
+Alex Honnold ajuda no resgate da escaladora Emily Harrington em Yosemite
Nem cobra, tubarão ou onça: conheça os verdadeiros seres perigosos da natureza

Os surtos de norovírus são comuns em ambientes lotados como escolas e hospitais. Surtos como este já haviam sido documentados nos Jogos Olímpicos de Inverno de PyeongChang e a bordo de um navio de cruzeiro no Caribe, onde 332 pessoas ficaram doentes, por exemplo.
Os sintomas se desenvolvem entre 12 a 48 horas após a exposição e a recuperação ocorre dentro de um a três dias. A maioria dos casos de Yosemite foi registrado na primeira semana do ano, disseram autoridades, com uma “queda significativa” desde então.
O norovírus é o segundo surto de vírus em Yosemite na última década. Em 2012, uma população crescente de camundongos no parque causou um raro surto de hantavírus, que matou três pessoas e adoeceu outras sete. As vítimas haviam inalado partículas no ar de fezes e urina de ratos.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.