Conheça drone usado em ataque dos EUA que matou líder iraniano


Embora os Estados Unidos tenham dado poucos detalhes sobre o drone usado no ataque que matou o general Qasem Soleimani, comandante da Força Quds, unidade especial dos Guardiões da Revolução Islâmica, do Irã, a imprensa americana o identificou como o MQ-9 Reaper.



A aeronave tem 20 metros de envergadura, 11 de largura e pesa mais de 2 toneladas. Trata-se de um aparato multi-missão armado, com um teto de voo médio, longo alcance e pilotagem remota, que é utilizada principalmente para a execução de alvos móveis, bem como um recurso de inteligência.
Fontes do Pentágono se recusaram a confirmar ou negar que esse modelo foi o usado para matar Soleimani e o vice-presidente das Forças de Mobilização Popular (FMP), milícia iraquiana majoritariamente xiita, Abu Mahdi al-Muhandis, em Bagdá, em uma estrada perto do aeroporto na capital iraquiana.
O MQ-9 Reaper foi projetado pela General Atomics Aeronautical Systems e entrou em operação em 2007, com um custo de US$ 64,2 milhões por unidade. Atualmente, a Força Aérea Americana conta com 93 desses drones na frota.
A aeronave, que pode ser dirigida a partir dos Estados Unidos por dois pilotos das Forças Armadas, tem um teto de voo de 15.240 metros de altura, um alcance de 1.850 quilômetros e atinge uma velocidade média de cruzeiro de 370 km/h.

O drone tem também um Sistema de Alvo Multi-Spectral que lhe permite descobrir e designar alvos por meio de sensores laser e infravermelhos, bem como através do uso de várias câmeras que também lhe permitem visualizar sua atividade ao vivo a partir de qualquer canto do planeta.
É graças a esse sistema que o MQ-9 Reaper pode usar suas bombas guiadas Unit-12 Paveway II e GBU-38, bem como os mísseis AGM-114 Hellfire ar-terra, que a Força Aérea reivindica permitir ataques a alvos com uma baixa percentagem de danos colaterais.
Essa perigosa arma alada também pode ser utilizada em qualquer parte do mundo graças à sua capacidade de ser armazenada em contentores capazes de serem transportados em aviões com uma capacidade de carga igual ou superior à do C-130 Hércules militar dos EUA.
*Com EFE

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.