Portal Euclidense: Euclides da Cunha prioriza festas e esquece suas crianças

INICIO

terça-feira, 7 de janeiro de 2020

Euclides da Cunha prioriza festas e esquece suas crianças


Chegou ao conhecimento da nossa equipe de reportagem do RotaDaNoticia.Com de crianças dormindo em praça pública de Euclides da Cunha e justamente no centro da cidade na Praça Duque de Caxias.
Hoje, dia 6 de Janeiro, centenas de internautas em uso de redes sociais onde foram compartilhadas fotos de que uma criança que estaria usando um dos bancos da Praça para pernoitar, passando assim, eminentes riscos a sua saúde, integridade física e principalmente ao uso de drogas, haja vista que a Praça não tem sistema de segurança de monitoramento por câmeras e o uso de drogas no local é facilmente perceptível.
Seria uma criança não identificada de aproximadamente 12 anos de idade, mas com suspeitas de ter sua moradia com os pais no Bairro Duda Macário e que foi flagrada por fotos dormindo em um dos bancos da Praça.
De fato, não é apenas uma responsabilidade única da gestão municipal, por trás desta grave situação estão as responsabilidades dos pais na conduta de educadores e de autoridades como o Conselho Tutelar, que recentemente passou por processo de eleição para escolha de novos membros e está em transição de gestão, tendo os eleitos a posse programada para o dia 10 deste mês.
Segundo informações de um dos novos membros do Conselho Tutelar, todos estão participando de cursos para aprimorar a gestão, buscando uma atuação de excelência. Informou ainda, que este caso o Ministério Público já foi informado e aguarda posicionamento.
Destacou ainda que, o Conselho Tutelar possui limitações de atuação dentro do âmbito jurídico, porém estão cientes e buscam medidas para solucionar este delicado problema, mas todas demais autoridades estão plenamente cientes.
E a pergunta pertinente: Onde está a Assistência Social Municipal? O que tem feito para mudar essa situação?

O que a população percebe é que tudo é fruto ou reflexo de uma administração que prioriza festas e eventos deste fim, sem qualquer plano ou projeto que busquem ocupar as vidas de crianças e adolescentes euclidenses.

Esta inércia e insensibilidade da atual gestão municipal comprova-se com o fim de programas como o Projovem que possuía mais de 30 escolinhas de futebol educando e trabalhando o desenvolvimento das crianças. Sem esquecer que, há três anos não se tem mais competições esportivas nas categorias de base deixando as crianças e adolescentes sem opções de esporte ou até lazer.

rotadanoticia.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário