Portal Euclidense: Briga por carro motivou chacina em acampamento cigano no DF

INICIO

segunda-feira, 3 de fevereiro de 2020

Briga por carro motivou chacina em acampamento cigano no DF


A principal linha de investigação da 13ª Delegacia de Polícia (Sobradinho) para a chacina registrada nesse sábado (01/02/2020) em um acampamento cigano é referente à venda de um carro. O desentendimento entre o vendedor e o comprador do automóvel teria dado início ao episódio violento, que tirou a vida de quatro pessoas.

O delegado-chefe da 13ª DP, Hudson Maldonado, confirma que o cerne da questão consiste na desavença entre dois homens. “Dois chegaram a pé no acampamento. Um deles teria vendido um carro por R$ 15 mil. No entanto, o veículo tinha vários problemas, incluindo clonagem e adulteração. O comprador, inclusive, foi preso ao ser flagrado com o automóvel”, detalhou o policial.

Os envolvidos não teriam qualquer relação com o grupo cigano. Apenas teriam marcado de “desfazer” o negócio no local. O comprador chegou em um Honda HRV com cinco homens. Eles desembarcaram e iniciou-se a troca de tiros. Três ocupantes do veículo foram baleados e morreram no local.

“Os dois que chegaram antes conseguiram fugir a pé. Eles encontraram um cigano no caminho e, de forma covarde e brutal, atiraram na vítima (atingindo o olho e o tórax) e fugiram no veículo dele”, contou o delegado.

A dupla foi localizada e presa pela Polícia Civil. Durante o depoimento, usaram o direito de permanecer calado. Os policiais também conseguiram identificar e prender um dos ocupantes do veículo. Ele afirmou que os tiros foram iniciados pela dupla. Outro autor está ferido e sob escolta policial no Hospital Regional de Sobradinho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário