Pesquisadores afirmam ter encontrado a cura para o coronavírus


Médicos deram uma combinação de medicamentos usados ​​no tratamento de HIV e gripe para uma paciente. Efeitos surtiram em 48 horas

Uma equipe de médicos na Tailândia afirma ter conseguido tratar com sucesso um paciente com coronavírus em Wuhan, epicentro dos casos da doença. As informações são da CNN, que cita agências chinesas.

Os especialistas administraram uma combinação de medicamentos antivirais, que surtiram efeito em 48 horas, de acordo com um comunicado divulgado nesse domingo (02/02/2020) pelo Ministério da Saúde.


O Dr. Kriangsak Atipornwanich, médico do Hospital Rajavithi em Bangcoc, disse que a paciente tratada é uma chinesa de 71 anos. Ela recebeu combinação de medicamentos usados ​​no tratamento de HIV e gripe.

O médico afirma que antes ela havia sido tratada apenas com medicamentos anti-HIV, que não estavam fazendo efeito, por conta da gravidade do estado de saúde dela.

“A condição da paciente melhorou muito rapidamente, em 48 horas. E o resultado do teste também mudou de positivo para negativo dentro de 48 horas”, disse Atipornwanich em coletiva à imprensa.

O último teste de laboratório mostrou que não há vestígios do vírus no sistema respiratório da paciente.

Até a semana passada, não havia medicamentos comprovadamente eficazes para tratar o vírus, que segue em avanço em todo o planeta.

Hospitais em Pequim relataram que usam os mesmos medicamentos administrados a pacientes com HIV e Aids como parte do tratamento para o coronavírus em Wuhan, embora não esteja claro se eles tiveram sucesso.
Novo balanço

Mesmo com os resultados positivos da combinação de drogas para tratar o coronavírus, a situação ainda é de extrema preocupação, por conta do rápido avanço do vírus.

Atualmente, são mais de 17 mil casos da doença provocada pelo novo vírus, com 361 mortes na China e uma nas Filipinas. Mais de 20 países foram afetados. No Brasil, há 16 casos suspeitos e nenhum confirmado.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.