Portal Euclidense: Saúde monitora cinco casos suspeitos de coronavírus em Salvador

INICIO

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2020

Saúde monitora cinco casos suspeitos de coronavírus em Salvador


Cinco casos suspeitos de Covid-19 na capital baiana estão sendo investigados pela Secretaria Municipal da Saúde, após notificação do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS). Os pacientes que apresentaram sintomas respiratórios leves estiveram recentemente em países que têm a circulação do vírus, de acordo com a nova lista divulgada pelo Ministério da Saúde. 

Os pacientes seguem monitoradas pelas equipes da Vigilância Epidemiológica e os protocolos de isolamento já foram aplicados de maneira preventiva. Amostras laboratoriais também foram coletadas para confirmar ou afastar o diagnóstico de Covid-19, bem como, a causa dos sintomas respiratórios dos pacientes suspeitos. Os materiais coletados foram encaminhados para o Laboratório Central do Estado.
Uma das ocorrências suspeitas - uma mulher de 42 anos – foi registrada na tarde desta quinta-feira (27) no Pronto Atendimento Alfredo Bureau, no Marback. A paciente que viajou há pouco tempo para Itália, encontra-se com o quadro clínico estável. 
“Não há motivos para pânico. Os pacientes suspeitos estão com sintomas respiratórios leves e as notificações foram realizadas por conta dos mesmos terem passagens recentes em localidades onde há a circulação do Covid-19. Portanto não há nenhuma confirmação de coronavírus ou motivo para pânico em nossa cidade. As medidas definidas no fluxograma para acolhimento de indivíduos sintomáticos foram adotadas e os pacientes seguirão em isolamento domiciliar que é o recomendado pelo Ministério da Saúde para casos leves”, explicou Adielma Nizarala, assessora técnica do Samu Metropolitano de Salvador. 
Para garantir o suporte clínico a possíveis pacientes diagnosticados com o novo coronavírus e que apresentarem evolução para quadro clínico grave, a SMS publicou uma portaria que viabilizou a ampliação da oferta de leitos de isolamento nas enfermarias e Unidades de Terapia Intensiva (UTI) de hospitais conveniados com a Prefeitura. Os hospitais receberão um aporte extra caso haja utilização dos leitos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário