Apuração de crime contra a economia popular em Euclides da Cunha


Ontem 19, após confecção de ocorrência policial, denunciando crime contra a economia popular, em que um proprietário de uma farmácia do município de Euclides da Cunha,  aproveitando-se da falta de álcool em gel no comércio, ultimamente utilizado para higienização das mãos para fins de evitar a propagação do vírus Covid-19 (Corona Vírus), havia aumentado de forma exacerbada e injustificada o valor da venda do álcool em gel.

Uma equipe da polícia civil diligenciou a referida farmácia, confirmando a veracidade do denunciado, tendo em vista que o produto, vendido em recipientes de 500ml, custava R$ 25,00, praticamente o dobro do seu preço anterior. 

Diante dos fatos, todo o material foi apreendido, sendo instaurado inquérito policial para apuração do crime e penalização dos responsáveis.

Em relação ao material apreendido, 22 frascos de álcool em gel, será solicitado autorização judicial para doação ao asilo de idosos do município, grupo vulnerável ao vírus.

Fonte: Polícia Civil de Euclides da Cunha

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.