Coronavírus: Argentina inicia operação para expulsar estrangeiros que não cumprem quarentena


Na tentativa de evitar a propagação do novo coronavírus no país, o governo argentino iniciou uma operação policial especial, batendo à porta dos hotéis no território nacional, para expulsar os turistas estrangeiros que não estejam cumprindo a quarentena de 14 dias depois de chegarem da Europa, dos Estados Unidos, da China e de outros lugares com altos índices de contaminação.
Com a presença de autoridades do Ministério do Interior, da Direção de Migração e da Polícia Federal, são feitas ligações para os quartos dos hóspedes e, caso não estejam cumprindo a quarentena, eles devem deixar o país.
Assessores do Ministério do Interior disseram à BBC News Brasil, nesta segunda-feira (16/03), que até domingo 270 turistas, na maioria europeus, tinham sido "expulsos" da Argentina.
No fim da tarde desta segunda-feira, o governo argentino decidiu passar a exigir a quarentena também para os argentinos que chegam do Brasil e do Chile. O Brasil tinha 234 casos confirmados e o Chile, que como a Argentina anunciou o fechamento de suas fronteiras, 155 casos positivos da doença.
"Os casos aumentaram nos dois países, no Brasil e no Chile, nos últimos dias e por isso foi decidido que os argentinos que chegam destes destinos também passem a fazer quarentena", argumentou um assessor do Ministério do Interior.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.