Portal Euclidense: Em alerta, Flamengo vive expectativa por resultados dos exames de atletas e funcionários

INICIO

domingo, 15 de março de 2020

Em alerta, Flamengo vive expectativa por resultados dos exames de atletas e funcionários


Clima é de apreensão e internamente há a sensação de que há risco de alguém ter sido contaminado. Um dos vices está com o coronavírus e teve contato com a delegação na Colômbia


Na sexta-feira, o elenco, diretoria e funcionários do departamento de futebol realizaram no Ninho do Urubu testes para o coronavírus. Os resultados, que demoraram 48h, são aguardados entre domingo e segunda-feira, e o clima é de apreensão. Internamente existe a sensação de que será difícil todos passarem ilesos.


O motivo de maior preocupação é o fato de Mauricio Gomes de Mattos, vice de Embaixadas e Consulados do clube, ter testado positivo. Ele está internado em Brasília. O dirigente viajou ao lado do presidente Rodolfo Landim e do vice de marketing Gustavo Oliveira para a Espanha e depois para Colômbia, onde o Flamengo venceu o Junior Barranquilla por 2 a 1, dia 4 de março.
Mauricio Gomes de Mattos ficou no mesmo hotel da delegação e retornou no voo fretado da equipe para o Rio de Janeiro. Sábado, na vitória por 2 a 1 sobre a Portuguesa, Landim e Gustavo Oliveira não foram ao Maracanã. Permaneceram em casa em quarentena até que os resultados sejam conhecidos.
Neste domingo, a sede da Gávea ficará fechada por solicitação dos órgãos públicos. Na segunda-feira está programada a realização de testes nos funcionários que trabalham na sede do clube.
Jorge Jesus, de 65 anos, comentou sobre o clima de apreensão por conta do coronavírus. Um amigo que mora em Portugal está internado em estado grave no hospital. Ele acredita que, neste momento, não é prudente que a disputa do Campeonato Carioca continue.
– Isso não é uma brincadeira. Eu não tinha a sensibilidade do que era isso. Hoje estou percebendo. É preciso pensar aqui no Brasil que não é só nos outros países. É um vírus que aparece facilmente em todo lado. Isso mexeu com a equipe sentimentalmente. O fato de não estar a torcida também mexeu. Acho que isso vai ter que parar. A próxima rodada, eu penso, que não pode haver jogos do Estadual. A gente tem que defender os jogadores, não são super-homens - disse o mister.
O Flamengo enfrentaria o Independiente del Valle na próxima quinta-feira, no Equador, mas a Conmebol adiou as partidas da Libertadores, ainda sem novas datas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário