Prefeito de Euclides da Cunha faz carreata de promoção política em plena pandemia de coronavírus


Não é mais segredo a situação crítica e preocupante no mundo quanto ao Covid-19 (coronavírus). O número de casos de infecções provocadas pela pandemia do coronavírus chegou a 11.400 em todo o mundo. No Brasil, ao menos 904 pessoas no Brasil foram contaminadas, e 12 morreram (a última vítima foi um idoso que estava internado em Petrópolis, no Rio) e o número de mortos em todo mundo chega a 11.400 pessoas, e Brasil registra mais de 900 casos, sendo que na região de Euclides da Cunha-BA existem dezenas de casos em investigação, inclusive no Hospital Português de Euclides da Cunha existe um paciente monitorado com graves sintomas referentes ao Covid-19.

Mas, andando contra todo o movimento do planeta e agindo irresponsavelmente, o Prefeito municipal de Euclides da Cunha Luciano Pinheiro, insiste em realizar eventos com aglomerações e até o absurdo de promover uma carreata usando algumas ambulâncias que foram doadas por autoridades, no intuito de, se promover politicamente tendo como “desculpas para o evento” uma falsa campanha contra o coronavírus, mas na verdade era uma mobilização de carater político para um evento.


A carreata política divulgada pela imprensa e rede social, contava também com um carro de som e um profissional em locução que puxava a fila dos veículos da saúde e anunciava possíveis ações do prefeito, nos vídeos abaixo ele enaltece o prefeito como sendo o melhor da região, e às vezes, algumas palavras de orientação quanto a saúde e prevenção ao vírus eram também pronunciadas.

Os vídeos denunciam a exposição de pessoas e funcionários ao risco eminente sem máscaras ou qualquer proteção, além dos veículos que podiam estar limpos e higienizados para o atendimento ao público, conforme determina a OMS – Organização Mundial da Saúde.

Ressaltamos que medidas preventivas e drásticas foram tomadas pelo Governo Federal, Governo Estadual e vários prefeitos municipais e em Euclides da Cunha as ações do Prefeito Luciano Pinheiro que mais chamaram a atenção da população foi uma homologação para contratar empresa para festa no valor de R$ 1.307.800,00 e essa irresponsável carreata que misturou o grave problema da saúde pública com política partidária e promoção pessoal.

A REALIDADE FORA DE EUCLIDES DA CUNHA: O mundo está fechando as portas. Lugares que antes ficavam cheios de gente tornaram-se cidades fantasmas, com enormes restrições impostas a nossas vidas: quarentenas, fechamentos de escolas, restrições de viagens e proibições de reuniões.

O ministro da Saúde, Henrique Mandetta, disse que o pico de casos deve ocorrer até o mês de junho: “Nós estamos imaginando que nós vamos trabalhar com números ascendentes, espirais em abril, maio, junho. Nós vamos passar aí 60 a 90 dias de muito estresse para que quando chegarmos ao fim de junho, julho, a gente imagina que entra no platô. Agosto, setembro a gente deve estar voltando, desde que a gente construa a chamada imunidade de mais de 50% das pessoas”, disse Mandetta nesta semana.

O mundo trabalha sério para vencer esse mal, comércio fechando, praias proibidas de receber banhistas, transportes sendo proibido de circular,  feiras livres limitadas, festas e eventos suspensos, fechamento de lojas e shoping e até culto religioso, enquanto isso o gestor do município de Euclides da Cunha brinca de fazer política no momento de alto risco contra a vida do cidadão.



rotadanoticia.com

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.