Portal Euclidense: Prefeitura de Itamaraju explica motivo de ‘negar’ implantação de 20 leitos de UTI: “Me disponho a ajudar no que for preciso”

INICIO

domingo, 12 de abril de 2020

Prefeitura de Itamaraju explica motivo de ‘negar’ implantação de 20 leitos de UTI: “Me disponho a ajudar no que for preciso”


Prefeito da cidade divulgou uma carta falando sobre a situação

A implantação de 20 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Hospital Geral de Itamaraju, teve como resultado uma disputa entre o governo da Bahia e a prefeitura do município.
Em nota publicada no último sábado (11), o governo declarou que o prefeito de Itamaraju, Marcelo Angênica, não permitiu a implantação dos leitos para combate ao coronavírus no local, mesmo tendo concordado com a situação. Segundo o texto divulgado, agentes da Secretaria Estadual de Saúde (Sesab) chegaram a ir ao município para uma vistoria na unidade hospitalar, mas foram impedidos de realizar o trabalho.
“Na última quinta-feira (9), eu participei de uma reunião telefônica com o governador Rui Costa e com o prefeito de Itamarajú, Marcelo. Nessa reunião ficou combinado que o Hospital Geral de Itamaraju seria transformado em uma unidade dedicada ao atendimento de pacientes portadores de coronavírus na região. O prefeito ofereceu a unidade para que nós colocássemos lá 20 leitos de terapia intensiva, que funcionasse também como porta de entrada de leitos de enfermaria de retaguarda”, disse o secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas Boas em nota.
Na manhã deste domingo (12), o prefeito de Itamaraju divulgou uma carta aberta afirmando que o governo queria fechar a unidade hospitalar para atendimentos que não estivessem relacionados ao coronavírus e que ele aceitou a contribuição do governo no combate da covid-19, mas não concordou com o fechamento.
Marcelo Angênica ainda falou que está aberto ao diálogo com Rui para encontrar uma solução.
“Me disponho a ajudar no que for preciso no combate ao coronavírus. Um documento com novas propostas será encaminhado ao governador, a fim de assegurar que tanto Itamaraju, quanto os demais municípios da região, possam ser estruturados para enfrentar a pandemia”, disse o prefeito.
O secretário Fábio Vilas Boas garantiu que a população do Extremo Sul da Bahia terá assistência.
“A população do extremo-sul da Bahia, da região de Teixeira de Freitas, Itamaraju, Prado, pode confiar que o governo do estado vai procurar a melhor solução para amparar a assistência à saúde da população.”
A Bahia possui 640 casos confirmados de coronavírus, com 21 mortes. Ao todo, 146 pessoas estão recuperadas e 60 encontram-se internadas, sendo 29 em UTI.

Nenhum comentário:

Postar um comentário