Portal Euclidense: “Lamentável”, diz Rui sobre ‘fake news’ compartilhado por Bolsonaro sobre Hospital Espanhol

INICIO

24/05/2020

“Lamentável”, diz Rui sobre ‘fake news’ compartilhado por Bolsonaro sobre Hospital Espanhol


Governador se pronunciou nas redes sociais neste domingo (24))

O governador Rui Costa se manifestou nas redes sociais sobre uma fake news enviada pelo presidente Jair Bolsonaro ao então ministro de Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, a respeito da reativação do Hospital Espanhol. As mensagens foram obtidas pelo jornal o Estado de São Paulo.

“Lamentável um presidente compartilhar e enviar notícia falsa a um ministro da Justiça. Esse fato pode ajudar no inquérito aberto pelo STF e na CPI das Fake News do Congresso, que buscam identificar e punir os responsáveis pelo esquema criminoso de divulgar mentiras e calúnias”, publicou o governador em suas conta no Twitter.
A mensagem enviada em 22 de abril, mesma data da reunião ministerial, dizia que a INTS, empresa que administra a unidade de saúde, seria do filho do senador Otto Alencar, o deputado federal Otto Alencar Filho (PSD) e que a refeição ficaria sob responsabilidade de uma empresa ligada à família do senador Angelo Coronel (PSD).
A notícia falsa ainda mencionava o secretário de Saúde, Fábio Villas-Boas, erroneamente citado como Fábio Dantas, que teria dito ‘com toda a arrogância’: “Dinheiro não é problema, nós temos 230 milhões para gastar! Vamos gastar! O Covid-19 não vai acabar nunca!”.
Veja na íntegra:
A mensagem já havia circulado anteriormente e Otto se pronunciou, classificando a informação como inverídica e falsa, e afirmando que nenhum de seus familiares tem relação com a INTS.
Já Coronel publicou resposta no seu Twitter e disse que vai tomar medidas judiciais. “Fiquei perplexo com essas fakenews repassadas pelo Presidente JB para Sérgio Moro, bem como sua divulgação. Fica patente o intuito de não só investigar, mas perseguir e amedrontar adversários. Avocarei a Lei 13.869/2019 Abuso de autoridade. Art 28”. O parlamentar é presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga as fake news.

Nenhum comentário:

Postar um comentário