Ministro determina quebra de sigilo bancário de dono da Havan e mais quatro bolsonaristas


minsitro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou a quebra de sigilo bancário de Luciano Havan, dono da rede de lojas Havan, e outros quatro bolsonaristas: Edgard Corona, dono da SmartFit, o humorista Rey Biannchi e o militar da reserva Winston Lima.

Eles são suspeitos de integrar um grupo que seria responsável pelo financiamento de uma máquina de disparo de fake news contra o STF e Congresso Nacional.

As informações são da revista Época.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.